Notícias que impactam suas ações e investimentos!

ABERTURA: Exterior favorável com menor tensão comercial puxa alta do Ibovespa

SpaceCast - Ouça esta matéria clicando abaixo:

Investing.com – Seguindo a tendência positiva dos mercados de ações da Europa e dos futuros de Wall Street, o Ibovespa abriu a sessão de negociação desta quarta-feira (9) com valorização de 0,52% aos 100.500 pontos, com o dólar comercial cedendo 0,19%, cotado a R$ 4,084.

As atenções seguem voltadas para a cena externa, com as expectativas de um avanço nas negociações entre Estados Unidos e China, apesar das retaliações do governo americano. Por aqui, o acordo para a votação do 2º turno da reforma a Previdência no plenário do Senado foi fechado, bem como o IPCA teve variação negativa em setembro, acumulando 2,49% em 2019 e 2,89% em 12 meses.

– Cenário Interno

IPCA

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de setembro variou -0,04%, enquanto a taxa registrada em agosto foi de 0,11%. Este é o menor resultado para um mês de setembro desde 1998, quando o IPCA ficou em -0,22%. No acumulado do ano, o índice registrou 2,49% e, na ótica dos últimos 12 meses, ficou em 2,89%, abaixo dos 3,43% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em setembro de 2018, a taxa foi de 0,48%.

INCC

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo IBGE, variou 0,37% em setembro, caindo 0,07 ponto percentual em relação ao mês anterior (0,44%). Os últimos 12 meses foram para 4,42%, mantendo o patamar registrado nos 12 meses imediatamente anteriores (4,50%). No ano, o acumulado ficou em 3,49%. Em setembro de 2018 o índice foi 0,45%.

 
Seu dinheiro pode render muito mais com a Genial!  INVISTA JÁ 
 

Congresso Nacional

A sessão plenária do Senado desta quarta-feira começa com a votação do projeto de lei da Câmara (PLC 113/2015 – Complementar) que autoriza o uso de garantia solidária por microempresas que precisam tomar empréstimos financeiros.

Esse tipo de projeto pode ser votado antes das medidas provisórias que trancam a pauta. A expectativa é de que os senadores votem duas das quatro medidas provisórias. Uma delas vence neste sábado. É a do Cadastro Rural. O PLV 22/2019, decorrente da MP 884/2019, acaba com o prazo final para inscrição no Cadastro Ambiental Rural (CAR). Antes da MP, a data limite era 31 de dezembro de 2018.

Orçamento

Devido à falta de quórum em votação realizada no Senado, o Congresso Nacional encerrou a sessão na qual estava em análise o Projeto de Lei (PLN) 18/19, que remaneja R$ 3 bilhões no Orçamento de 2019. A proposta foi aprovada nesta terça-feira pela Câmara dos Deputados, com 270 votos a 17, mas no Senado apenas 37 senadores registraram o voto, quando o necessário para validar a votação é 41.

A nova sessão do Congresso ainda não tem data marcada.

Antes da votação, os líderes partidários fecharam um acordo para votar nominalmente o PLN 18/19 e o PLN 5/19, que contém a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO 2020). A votação da LDO também foi adiada.

Cessão Onerosa e Previdência

O impasse em relação à partilha dos recursos do leilão da cessão onerosa no pré-sal foi encerrado após acordo entre Câmara e Senado. No meio da disputa, o embate entre governadores do Norte e Nordeste contra os do Sul e Sudeste. Ficou decidido duas divisões dos recursos arrecadados no leilão: dois terços serão distribuídos pelos critérios do Fundo de Participação dos Estados (assim beneficiando os Estados do Norte e Nordeste) e um terço pelos critérios da Lei Kandir (beneficiando os Estados do Sul e Sudeste), que compensa Estados com ICMS zerado para promoção de exportações.

O acordo abre caminho para a votação do 2ºturno da reforma da Previdência no plenário do Senado no dia 22.

– Cenário Externo

Trump

A maioria dos democratas é a favor do impeachment do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mesmo que isso signifique enfraquecer as chances de seu partido reconquistar a Casa Branca na eleição de 2020, de acordo com uma pesquisa Reuters/Ipsos.

O levantamento, realizado na segunda e terça-feira, constatou que, embora o apoio ao impeachment se mantenha inalterado no geral entre todos os norte-americanos —permanecendo em 45% desde a semana passada— está aumentando entre os democratas. A oposição ao impeachment também caiu 2 pontos percentuais em relação à semana passada, para 39%.

Disputa Comercial

A China ainda está aberta a fechar um acordo comercial parcial com os Estados Unidos, informou a Bloomberg nesta quarta-feira, citando uma autoridade com conhecimento direto das negociações, apesar da recente lista de sanções a empresas de tecnologia chinesas.

O governo dos EUA ampliou sua lista de sanções comerciais para incluir algumas das principais startups de inteligência artificial da China, punindo Pequim por seu tratamento às minorias muçulmanas e ampliando as tensões antes de negociações de alto nível em Washington nesta semana.

Negociadores a caminho de Washington para as negociações não estão otimistas sobre o fechamento de um amplo acordo para acabar com a guerra comercial entre os dois países, informou a Bloomberg.

Já o Financial Times citou fontes não-identificadas que autoridades chinesas estão oferecendo aumentar as compras anuais de produtos agrícolas dos Estados Unidos. A notícia afirmou que a China oferecerá aumentar as compras anuais de soja dos EUA para 30 milhões de toneladas, contra 20 milhões atualmente, acrescentando que o aumento será equivalente a cerca de 3,25 bilhões de dólares em pedidos adicionais.

A China aumentou suas compras de produtos agrícolas dos EUA no mês passado, incluindo soja e carne suína.

BOLSAS INTERNACIONAIS

Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,61%, a 21.456 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,81%, a 25.682 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,39%, a 2.924 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,14%, a 3.843 pontos. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 1,21%, a 2.046 pontos.

A quarta-feira dá sinais de que será positiva para os mercados de ações da Europa. Em Frankfurt, o DAX soma 1,26% aos 12.120 pontos, enquanto que em Londres, o FTSE avança 0,700% aos 7.194 pontos. Já em Paris, o CAC ganhava 0,89% aos 5.505 pontos.

COMMODITIES

A jornada desta quarta-feira na bolsa de mercadorias de Dalian, onde são negociados os contratos futuros do minério de ferro, foi marcada por queda no preço do ativo. O papel de maior liquidez, com data de vencimento em janeiro do próximo ano, cedeu 2,89%, fechando a 638,50 iuanes por tonelada, levando em consideração o valor de liquidação da véspera, que foi de 657,50 iuanes/t. Desta forma, a variação diária foi de 19 iuanes.

Na mesma direção, os preços dos futuros do vergalhão de aço tiveram redução nos preços na jornada de hoje, na bolsa de mercadorias da também chinesa cidade de Xangai. O contrato com o maior volume de negócios, para o próximo mês de janeiro, cedeu 14 iuanes para 3.413 iuanes por tonelada, enquanto que o de maio de 2020, segundo mais líquido, caiu 10 iuanes para 3.235 iuanes por tonelada.

No caso do petróleo, a quarta-feira é marcada por ganhos nos principais contratos. Em Londres, o barril do tipo Brent soma 0,91%, ou US$ 0m53, a US$ 58,77. Já em Nova York, o WTI soma 0,87%, ou US$ 0,46, a US$ 53,09.

MERCADO CORPORATIVO

– Vivara (SA:VIVA3)

A rede de joalherias Vivara (SA:VIVA3) precificou sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) a 24 reais por papel, informou a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta terça-feira, mais perto do topo da faixa indicativa definida pelos bancos assessores da operação, de entre 21,17 e 25,40 reais.

O valor ficou em linha com o antecipado pela Reuters, com fontes a par do assunto.

A oferta incluiu a venda de 18.894.662 ações na tranche primária, com volume financeiro de 453,5 milhões de reais, recursos que irão para o caixa da empresa.

Na oferta secundária, que teve como acionistas vendedores Nelson Kaufman, Márcio Monteiro Kaufman, Paulo Kruglensky e Marina Kaufman Bueno Neto, a operação movimentou 76.759.564 ações, com giro financeiro de 1,842 bilhão de reais. Os dois lotes totalizam cerca de 2,3 bilhões de reais.

A empresa, dona das marcas Vivara (SA:VIVA3), Life by Vivara, Vivara Watches, Vivara Fragrances e Vivara Accessories, estreia no pregão da B3 com o código VIVA3 no dia 10 de outubro.

– JBS (SA:JBSS3)

Senadores dos Estados Unidos pediram nesta terça-feira a abertura de investigação sobre aquisições feitas pela JBS (SA:JBSS3) no país, devido ao envolvimento da companhia brasileira com casos de corrupção no Brasil e na Venezuela.

Em carta, os senadores Marco Rubio e Robert Menendez pedem que o Comitê de Investimento Estrangeiro nos Estados Unidos (CFIUS, na sigla em inglês) revise a compra de companhias do país pela JBS (SA:JBSS3), incluindo Swift, Smithfied Foods, Pilgrim’s Pride e o braço de suínos da Cargill no país, entre 2007 e 2015.

“Essas aquisições têm sérias implicações para a segurança, proteção e resiliência do nosso sistema de alimentação”, afirmam os senadores da carta.

Os parlamentares alegam que durante os anos dessas compras nos EUA, a JBS (SA:JBSS3) se viu envolvida numa ampla rede de atividades ilícitas, citando o caso em que a controladora J&F, em 2017, fez acordo para pagar 3,2 bilhões de dólares por envolvimento num escândalo de corrupção no Brasil.

– Petrobras (SA:PETR4)

A Petrobras (SA:PETR4) informou que finalizou nesta terça-feira a venda da totalidade da sua participação nos campos de Pargo, Carapeba e Vermelho, localizados em águas rasas na costa do Rio de Janeiro, para a Perenco Petróleo e Gás do Brasil, por 398 milhões de dólares.

A operação com a subsidiária da companhia europeia no país foi concluída com o pagamento de cerca de 324 milhões de dólares para a Petrobras (SA:PETR4), já com os ajustes previstos no contrato, segundo fato relevante da estatal.

Esse valor se soma ao montante de 74 milhões de dólares pagos à empresa na assinatura dos contratos de venda.

De acordo com a Petrobras (SA:PETR4), a transação está alinhada à política de desinvestimentos da estatal, que visa otimizar o portfólio e melhorar a alocação do capital da companhia.

– Gol (SA:GOLL4)

A companhia aérea Gol (SA:GOLL4) anunciou nesta terça-feira algumas previsões de desempenho operacionais e financeiros relativos ao terceiro trimestre, inclusive a de que sua margem Ebitda fique entre 29% e 31% no período.

A Gol (SA:GOLL4) também previu uma alta de cerca de 20% da receita unitária de passageiro (Prask) de julho a setembro, na comparação com igual etapa de 2018.

A companhia ainda estimou alta de 15% na linha de custos unitários ex-combustíveis no terceiro trimestre, no comparativo anual. Por fim, a Gol (SA:GOLL4) projetou alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida/Ebitda, de 2,9 vezes no trimestre.

– Santander (SA:SANB11)

O banco Santander Brasil (SA:SANB11) previu nesta terça-feira que terá uma rentabilidade média sobre o patrimônio (ROE) de cerca de 21% até 2022.

Em fato relevante, o banco também previu que seu índice de eficiência ficará ao redor de 38% e que o crescimento médio de seus clientes ativos será maior que 7% até 2022.

O banco também afirmou que a carteira de crédito terá crescimento médio acima de 10 por cento até 2022. Mais cedo, o presidente-executivo do banco, Sergio Rial, estimou crescimento anual de 10% na carteira de crédito do banco até 2022.

AGENDA DE AUTORIDADES

– Jair Bolsonaro

O presidente da República inicia a quarta-feira se encontrando como Jorge Antonio de Oliveira, Ministro-Chefe da Secretaria-Geral e com Desembargador Romão Cícero de Oliveira, Presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios.

Na parte da tarde, tem reunião com Sérgio Moro, Ministro da Justiça e Segurança Pública; e Maurício Leite Valeixo, Diretor-Geral da Polícia Federal, fechando a agenda pública do dia com encontro com Marcelo Álvaro Antonio, Ministro de Estado do Turismo.

– Paulo Guedes

– Audiência com o economista Delfim Netto;

– Almoço no Jornal Folha de São Paulo;

– Audiência com o presidente do BID, Luis Alberto Moreno;

– Jantar com a presença de autoridades e lideranças empresariais por ocasião do Brazil Investment Forum- BIF 2019.

Com Reuters e Agência Senado.

Parceria

Receba notícias diretamente em seu celular ou tablet. Inscreva-se agora!