Investing.com – As ações da Anima Holding (SA:ANIM3) são negociadas com leve valorização na tarde desta terça-feira, depois de a companhia anunciar que encerrou o terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 80,1 milhões, o que representa 28,5% da receita líquida. O montante exclui os efeitos do IFRS-16. Nos nove primeiros meses do ano, o resultado operacional atingiu R$246,4 milhões e margem de 29,8%.

Assim, por volta das 15h19, os papéis eram negociados com valorização de 1,16% a R$ 20,94.

A Anima (SA:ANIM3) encerrou o trimestre com Receita Líquida referente ao segmento Ensino de R$280,7 milhões, +13,5% versus 3T18 (R$268,3 milhões ou +8,4% excluindo a AGES). Em nove meses, reportaram receita líquida de R$ 826,9 milhões, +8,0% versus 9M18 (R$814,5 milhões ou +6,4% excluindo a AGES).

O EBITDA Ajustado do período, excluindo o efeito do IFRS-16 mas já consolidando a AGES, ficou em R$52,4 milhões (+29,5% vs. R$40,5 milhões no 3T18), e uma margem de 17,8% sobre a Receita Líquida (+2,0pp vs. 3T18), dando sólido seguimento ao movimento de recuperação de margem. No acumulado de 9M19, apresentamos EBITDA ajustado de R$165,4 milhões, ou 19,2% de margem (+1,5pp vs. R$141,6 milhões no 9M18).

O BTG Pactual (SA:BPAC11) avalia que os resultados ficaram acima das expectativas. Os analistas explicam que o rating Neutro é basicamente baseado na avaliação (16x P/E 2020), mas reconhecem que outros movimentos de fusões e aquisições (como a recente aquisição da UniAges) e uma recuperação mais forte da margem representam riscos positivos para o cenário de referência.

  • Simulador Online de Investimentos SPACEMONEY

    Acesse nosso Simulador de Investimento e descubra as melhores aplicações financeiras para o seu bolso e perfil.

    Simulador Online