fbpx

Parceria r7.com

Balanços

Investing.com – Nesta segunda-feira, depois do fechamento dos mercados, a temporada de balanços terá continuidade, com a divulgação dos números do segundo trimestre do ano de Itaúsa (SA:ITSA4), Cosan (SA:CSAN3), YDUQS (SA:YDUQ3), São Martinho (SA:SMTO3), Linx (SA:LINX3), Log-In (SA:LOGN3), Guararapes (SA:GUAR3) e Vulcabras (SA:VULC3).

Os balanços devem mais uma vez refletir as medidas de isolamento social, causada pela pandemia da Covid-19. Ela afetou diversos setores, em especial o varejo, o que deve se refletir nos números da Guararapes e Vulcabras.

A valorização do dólar e a alta do preço do petróleo deve prejudicar os balanços, sobretudo o da Cosan. Ela deve ficar no vermelho entre os meses de abril e junho de 2020.

Veja as previsões para os balanços:

Itaúsa

O consenso de mercado aponta para um lucro líquido a holding do grupo é de R$ 0,25 para cada ação; anteriormente, um ano antes, o resultado foi positivo, de R$ 0,29 para cada ativo, quando eram esperados R$ 0,30. Já nos três primeiros meses de 2020, a companhia teve ganhos de R$ 0,12 por papel, pior do que os R$ 0,28 estimados.

Em relação à receita líquida, a mediana dos analistas aposta para R$ 2,11 bilhões, uma queda em relação aos R$ 2,42 bilhões do mesmo período de 2019, ante os R$ 2,55 bilhões esperados. Já entre janeiro e março, as entradas foram de R$ 2,35 bilhões.

Cosan

O consenso de mercado aponta para um prejuízo líquido do grupo energético de R$ 0,11 para cada ação; um ano antes, o resultado foi positivo, de R$ 1,05 para cada ativo, quando eram esperados R$ 1,10. Já nos três primeiros meses de 2020, a companhia teve perdas de R$ 0,01 por papel, pior do que os R$ 0,26 estimados.

Em relação à receita líquida, a mediana dos analistas aposta para R$ 16,28 bilhões, uma queda importante em relação aos R$ 17,65 bilhões do mesmo período de 2019, ante os R$ 16,45 bilhões esperados. Já entre janeiro e março, as entradas foram de R$ 18,29 bilhões.

Quer investir em ações? Fale agora com um especialista SpaceMoney

Yduqs

O consenso de mercado aponta para um lucro líquido do grupo educacional de R$ 0,61 para cada ação, sendo que um ano antes o resultado foi positivo, de R$ 0,71 para cada ativo, em linha com a previsão do mercado. Já nos três primeiros meses de 2020, a companhia teve ganhos de R$ 0,54 por papel, pior do que os R$ 0,77 estimados.

Em relação à receita líquida, a mediana dos analistas aposta para R$ 1 bilhão, uma alta em relação aos R$ 953,47 milhões do mesmo período de 2019, ante os R$ 947,44 milhões esperados. Já entre janeiro e março, as entradas foram de R$ 923,21 milhões.

Já o BTG Pactual (SA:BPAC11), que tem recomendação neutra para o papel, acredita em lucro líquido de R$ 190 milhões, com receitas de R$ 1,229 bilhão, acima do consenso do mercado. O Ebitda esperado é de R$ 349 milhões e margem de 28%.

São Martinho

O consenso de mercado aponta para um lucro líquido do grupo sucroalcooleiro de R$ 0,90 para cada ação, sendo que um ano antes o resultado foi positivo, de R$ 0,26 para cada ativo, quando eram esperados R$ 0,90. Já nos três primeiros meses de 2020, a companhia teve ganhos de R$ 0,41 por papel, melhor do que os -R$ 0,11 estimados.

Em relação à receita líquida, a mediana dos analistas aposta para R$ 782,78 milhões, uma alta em relação aos R$ 752 milhões do mesmo período de 2019, ante os R$ 961 milhões esperados. Já entre janeiro e março, as entradas foram de R$ 1,15 bilhão.

Linx

O consenso de mercado aponta para um lucro líquido a empresa de tecnologia de R$ 0,05 para cada ação. Anteriormente, um ano antes, o resultado foi positivo, de R$ 0,06 para cada ativo, quando eram esperados R$ 0,07. Já nos três primeiros meses de 2020, a companhia teve ganhos de R$ 0,02 por papel, melhor do que os -R$ 0,01 estimados.

Em relação à receita líquida, a mediana dos analistas aposta para R$ 202,91 milhões, uma alta em relação aos R$ 193 milhões do mesmo período de 2019, ante os R$ 188,51 milhões esperados. Já entre janeiro e março, as entradas foram de R$ 208,77 milhões.

Já o BTG Pactual, que tem recomendação de compra para o papel, acredita em lucro líquido de R$ 24 milhões, com receitas de R$ 209 milhões, em linha com o consenso do mercado. O Ebitda esperado é de R$ 50 milhões e margem de 24%.

Log-In

O consenso de mercado aponta para um prejuízo líquido a companhia de logística de R$ 0,13 para cada ação. Anteriormente, um ano antes o resultado foi positivo, de R$ 0,44 para cada ativo. Já nos três primeiros meses de 2020, a companhia teve ganhos de R$ 0,25 por papel.

Em relação à receita líquida, a mediana dos analistas aposta para R$ 241 milhões; ou seja, uma alta em relação aos R$ 269,8 milhões do mesmo período de 2019. Já entre janeiro e março, as entradas foram de R$ 271,15 milhões.

Guararapes

O consenso de mercado aponta para receita líquida da varejista de moda de R$ 922 milhões. Anteriormente, no mesmo período de 2019, o valor foi de R$ 1,86 bilhão, ante os R$ 1,93 bilhão esperados. Já entre janeiro e março, as entradas foram de R$ 1,29 bilhão.

Vulcabrás

O BTG Pactual, que tem recomendação de compra para o papel, não vê lucro nem prejuízo líquido para a empresa, com receitas de R$ 144 milhões. O Ebitda esperado é de R$ 4 milhões e margem de 3%.


Publicidade

  • Aplicativo SpaceMoney



  • Parceria r7.com

  • Simulador Online de Investimentos SPACEMONEY

    Acesse nosso Simulador de Investimento e descubra as melhores aplicações financeiras para o seu bolso e perfil.

    Simulador Online
  • © 2020 – SpaceMoney Brasil Informações e Sistemas Ltda. Todos os Direitos Reservados.
    A SpaceMoney é um veículo informativo e não faz recomendações de investimentos, não podendo ser responsabilizada por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.