Deixe os robôs ganharem dinheiro para você

SpaceCast - Ouça esta matéria clicando abaixo:

O dia a dia está cada vez mais corrido e sobra pouco tempo para cuidar do seu dinheiro, não é verdade?

Ao mesmo tempo, com a conectividade atingindo níveis inimagináveis, um vazamento de óleo no Oceano Índico pode afetar o Ibovespa em questão de segundos.

Neste exato momento, diversas oportunidades e ameaças estão surgindo no mundo dos investimentos. Mas será que você tem condições de fazer as escolhas certas, com a agilidade necessária, para ganhar dinheiro?

Esse é o desafio diário vivido por 1,95 milhão de investidores pessoas físicas que buscam, na bolsa de valores brasileira, a B3, rentabilidades maiores que aquelas oferecidas por aplicações mais conhecidas e fáceis de operar, como a caderneta de poupança e os títulos públicos. E a diferença entre se dar bem ou fracassar, nesse cenário, pode ser o uso inteligente da tecnologia.

Estratégias automatizadas

Criada em 2018 por egressos do mercado financeiro, a Be On Invest, startup de investimentos com sede em São Paulo, surgiu com a proposta de ajudar pequenos investidores a operar na bolsa de valores com maior segurança (no vídeo que acompanha este texto, os fundadores da empresa explicam a visão da empresa).

“Nós queremos mudar a forma com que o brasileiro se relaciona com seus investimentos. Tradicionalmente, ele vai ao banco e faz exatamente o que o gerente pede pra fazer, pois é uma figura de referência. Por isso, cerca de metade do patrimônio em investimentos dos brasileiros está em poupança, que é um produto fraco”, diz o CEO da Be On Invest, Felipe Tokarski. “Na nossa plataforma, a gente traz, de maneira simples, transparente, user friendly, uma forma de investir com robôs que traz muito mais consistência para as operações na bolsa de valores”.

Resumidamente, o serviço da Be On funciona assim: a plataforma oferece de dez a 20 estratégias automatizadas (que podemos chamar de robôs), com objetivos e parâmetros diferentes para operar com minicontratos atrelados ao dólar ou ao Ibovespa (o principal índice da B3, que reúne as ações mais negociadas na bolsa). Há, por exemplo, estratégias que “apostam” na alta do dólar e outras que geram maior retorno em cenários de baixa do Ibovespa. Ou vice-versa.

Isto é, os robôs da Be On ajudam pequenos investidores a operar, com mais segurança, no mercado de derivativos, dominado por investidores institucionais, que negociam altos volumes e têm acesso a infraestrutura tecnológica que os colocam, invariavelmente, em vantagem. Segundo estudo de 2018 da Fundação Getulio Vargas (FGV) com 19.600 investidores de day trade, em um ano de operações apenas 13 ganharam mais dinheiro do que se tivessem trabalhado como motoristas de aplicativos como o Uber.

“O que estamos fazendo é ajudar essas pessoas que estão perdendo dinheiro há diversos anos, porque são mal assistidas, têm pouca informação e dinheiro e, por isso, acabam tendo resultados ruins. Os nossos robôs permitem a eles ter acesso a um investimento mais agressivo, de retorno mais rápido”, explica João Abdalla, co-fundador e responsável pela área tecnológica da Be On.

Além disso, como explica Abdalla, ao investir com os robôs, tira-se da equação o fator emocional, que induz muitos investidores a fazer “movimentações táticas”, isto é, mudanças nas estratégias motivadas pelo noticiário. Segundo ele, na maioria das vezes isso reduz o retorno futuro das aplicações e, por isso, a recomendação é contratar um portfólio de estratégias que pode ser acompanhado com menor periodicidade.

Crescimento e rentabilidade

Em pouco mais de um ano de operação, a Be On Invest está crescendo cerca de 30% ao mês, em número de usuários, e já conta com centenas de investidores usando seus robôs para operar na bolsa, alguns deles apresentando resultados animadores.

Em fevereiro de 2020, por exemplo, mês em que o Ibovespa registrou queda acumulada de 8,43%, o robô da Be On com melhor desempenho (chamado Kraz) obteve retorno bruto de 14,9% (com perda máxima de 6,3% no período). E outros dois robôs tiveram retorno bruto acima dos 10% (Antares e Atlas).

“De maneira geral, fevereiro não foi um mês de retornos muito altos por causa de alguns fatores, como o ano novo chinês prolongado, o coronavírus e o carnaval”, diz Tokarski. “A expectativa é de ganhos mais expressivos em março.”

Considerando os últimos doze meses, o desempenho de algumas estratégias também foi muito bom. O líder nesse quesito foi o robô Versus, com retorno acumulado de 226,5%, enquanto a média ponderada de todos os robôs do portfólio da Be On atingiu valorização de 128,5%.

Além dos altos retornos, o que anima Tokarski e Abdalla é a satisfação dos clientes, que atingiu nota 8 (de 0 a 10) em fevereiro. Além disso, 70% dos novos clientes vêm de indicações dos usuários da plataforma.

Operando com facilidade

De fato, é muito simples entrar no mundo dos investimentos automatizados com a ajuda da Be On. Basta acessar a plataforma, criar o seu cadastro e escolher os robôs que você quer que componham a sua carteira. E, caso você prefira experimentar o serviço antes de colocar seu dinheiro, é possível abrir uma conta gratuita de simulação.

Os fundadores da Be On recomendam que a aplicação inicial seja de, no mínimo, R$ 2 mil por estratégia contratada, pois é bom lembrar que há os custos de corretagem (que varia de acordo com sua corretora) e do “aluguel” dos robôs — este último custa a partir de R$ 79,00 por mês.

Além das taxas, outra preocupação recorrente dos investidores é a liquidez, isto é, o tempo que leva para ter o dinheiro aplicado de volta caso decida interromper o investimento. No caso da Be On, a liquidez é diária, com o dinheiro retornando para sua conta da corretora no dia seguinte ao pedido de resgate.

Outra recomendação da Be On, enfatizada pelos seus fundadores, é de que os investimentos automatizados no mercado de derivativos têm perfil agressivo, pois a volatilidade é alta e os riscos também. Por isso, Abdalla é taxativo: “o dinheiro aplicado nos robôs não devem ultrapassar 10% do total dos investimentos de uma pessoa”. Esse é, portanto, uma boa opção para a diversificação da carteira de investimentos.

Para investir com os robôs da Be On, você pode fazer uma simulação gratuita ou começar a operar já. Faça seu cadastro agora!