Notícias que impactam suas ações e investimentos!

Dicas para não cair em golpes financeiros como fez a Josiane, da novela A Dona do Pedaço

SpaceCast - Ouça esta matéria clicando abaixo:

Não faça como a Josiane! Na novela A Dona do Pedaço, da Rede Globo, a personagem vivida por Agatha Moreira é muito ambiciosa e sempre quer se dar bem.

Para realizar o seu desejo de poder e riqueza, Josiane roubou toda a fortuna de sua mãe. Seguindo o conselho de um “amigo”, Agno (Malvino Salvador), decidiu investir a quantia visando a grandes retornos e ignorando os riscos da operação.

Ela conheceu um corretor, Bill (Daniel Andrade), que a aconselhou a investir todo o seu dinheiro em diamantes brutos da África, uma atividade ilegal. Mesmo sabendo que se tratava de um negócio errado, ela topou e aplicou todo o seu capital.

Alguns dias depois, Bill a informou que ela havia perdido todo o dinheiro investido no negócio.

Mesmo sendo uma história fictícia, é bastante comum pessoas acreditarem em investimentos que prometem grandes retornos, mas que na verdade são uma grande fraude. Veja alguns exemplos reais abaixo:

A pirâmide da Telexfree

Em 2012, chegou ao Brasil uma empresa norte-americana de marketing que oferecia ligações de longa distância mais baratas. Além disso, oferecia serviços pela internet e ganhos de mais de 200% ao ano para quem publicasse anúncios e trouxesse novos clientes. O serviço atingiu cerca de 1 milhão de pessoas.

Entretanto, em 2013, os clientes começaram a denunciar que não estavam recebendo os lucros prometidos e a Justiça do Acre começou a investigação. Uma apuração dos EUA apontaram que menos de 1% do que a empresa recebia vinha dos produtos de telefonia e que a empresa praticava um esquema de pirâmide financeira.

Pirâmide financeira é um esquema empresarial que remunera indicações de novos membros, atraindo investidores com a promessa de ganhos rápidos e retornos altos. Essa indicação é feita por meio de uma taxa de entrada no negócio.

Em 2015, a Telexfree encerrou suas atividades e foi condenada a pagar R$ 3 milhões por danos patrimoniais e a clientes.

A promessa de 3% ao dia da Unick Forex

Um caso mais recente foi a pirâmide financeira da Unick Forex. A empresa, com sede no Rio Grande do Sul, afirma fornecer conteúdo sobre o mercado financeiro, mas é suspeita de operar uma pirâmide financeira.

Ela promete ganhos de 1,5% a 3% ao dia, o dobro do capital em seis meses e 10% de comissão. Entretanto, segundo o Uol Economia, desde julho investidores relatam ter problemas para resgatar o dinheiro.

A empresa possui 14 processos no Tribunal da Justiça de São Paulo (TJ-SP) e mais de oito mil queixas no site Reclame Aqui.

O processo de investigação da empresa está em andamento na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Para que você não seja uma vítima desses e outros golpes, a SpaceMoney vai lhe dar algumas dicas. Assim, seus investimentos ficarão sempre seguros!

Pesquise sobre a aplicação antes de executá-la

Um investidor cuidadoso deve sempre pesquisar antes de aplicar seu dinheiro. Seja investindo em CRIs, CRAs, Fundos ou até mesmo no Tesouro Nacional, você deve saber o máximo possível de detalhes da aplicação em vista.

No caso de fundos de investimento, por exemplo, os gestores costumam publicar documentos periódicos sobre seu desempenho – mas tenha em mente que a rentabilidade passada não garante a rentabilidade futura. Além disso, não deixe de ler o regulamento do fundo, que descreve a política de investimento a ser seguida pelo gestor.  

É aconselhável, também, que você pesquise quem é o gestor do fundo e qual é o banco que está emitindo o CDB, para verificar se essas instituições possuem um histórico confiável e uma boa situação financeira. Uma das maneiras de se fazer isso é  verificar os ratings dos bancos emissores dos CDBs e dos ativos empresariais que compõem os fundos. Os ratings são divulgados por

agências de classificação de riscos, como Moodys, Fitch e S&P, e representam a capacidade de bancos e outras empresas de honrar suas obrigações financeiras integralmente e no prazo determinado.

Outro aspecto importante na hora de ecolher um investimento é verificar se o mesmo conta com a proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Na trama de Josiane, o corretor dela disse que não era possível fazer seguro no investimento que ela queria. Mas, na vida real, algumas aplicações do mercado, como LCIs, LCAs e CDBs, são protegidas pelo FGS, isto é, se a instituição emissora do título falir, você receberá o dinheiro aplicado de volta até um limite de R$ 250 mil.

Invista por meio de corretoras ou bancos

Outra precaução importante é analisar quem será o intermediador entre seu dinheiro e o investimento, dentre os quais os mais conhecidos são bancos e corretoras. Há milhares deles no Brasil, mas nem todos são confiáveis.

Para atuarem como intermediadoras, as corretoras recebem uma autorização do Banco Central do Brasil (Bacen) e são fiscalizadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Antes de abrir conta em alguma delas, pesquise e certifique-se de que elas possuem essa autorização.

Outro aspecto que pode ser levado em consideração na hora de escolher uma corretora são os selos de certificação ela possui. Alguns são emitidos pela própria B3, como o Cetip, o Retail Broker e o Execution Broker. Para conseguir o certificado, a instituição devem cumprir requisitos impostos pela própria bolsa brasileira.

Confie em profissionais certificados pela CVM e pela Anbima

Atualmente, o mercado conta com diferentes tipos de profissionais que podem ajudar pessoas a fazerem a gestão adequada de suas finanças e seus investimentos. Entre eles, estão o Agente Autônomo de Investimentos (AAI) e o Consultor de Investimentos.

Porém, antes de escolher o profissional que vai te assessorar, consulte a página da CVM para garantir que sejam certificados.

Fuja de investimentos que prometem rentabilidades surreais

Segundo a Instrução 598 da CVM, é proibido que relatórios e anúncios de investimentos prometam rentabilidade fixa ou renda garantida para os investidores.

Na maioria dos casos de golpes do mercado financeiro, as empresas oferecem retornos absolutos altíssimos e ganham um grande número de clientes.

Se você se deparar com alguma empresa oferecendo rentabilidades definidas e muito altas, não aplique o seu dinheiro.

Parceria

Receba notícias diretamente em seu celular ou tablet. Inscreva-se agora!