Notícias que impactam suas ações e investimentos!

Dólar em alta entre as 5 notícias de hoje no mercado

SpaceCast - Ouça esta matéria clicando abaixo:

Investing.com – China faz uma festa com mísseis balísticos e drones secretos, enquanto Hong Kong queima. Ao mesmo tempo, a economia da Europa parece cada vez mais sombria e o Credit Suisse livra seu CEO de transgressões em um drama de espionagem. Aqui está o que você precisa saber nos mercados financeiros nesta terça-feira, 1º de outubro.

1. Feliz Aniversário, China Vermelha

A China comemorou 70 anos de governo do Partido Comunista com um desfile militar maciço que exibiu mísseis balísticos intercontinentais e drones para missões secretas, enquanto o presidente Xi Jinping disse em um discurso que “nenhuma força pode impedir o avanço do povo chinês e da nação chinesa”.

Enquanto isso, em Hong Kong, o governo local ordenou a evacuação do complexo do Conselho Legislativo depois que novos protestos se tornaram violentos, levando ao assassinato de um manifestante à queima-roupa pela polícia, segundo o The New York Times.

Os mercados chineses estão fechados para o feriado nacional.

2. Dólar: a camisa mais limpa no cesto de roupa suja

A moeda americana subiu durante a noite depois que o Banco da Reserva da Austrália reduziu sua principal taxa de juros para uma nova mínima histórica, e a pesquisa Tankan do Japão foi mais fraca do que o esperado.

dólar também rompeu a paridade com o franco suíço, depois que a Suíça – ao lado de muitos outros países europeus – viu seu setor industrial se contrair mais acentuadamente em setembro.

Os Índices de Gerentes de Compras (PMIs, na sigla em inglês) de toda a Europa indicaram que ainda não há estabilização à vista para a economia europeia.

Embora a economia americana também esteja desacelerando, o dólar ainda é amplamente visto como “a camisa mais limpa do cesto de roupa suja”.

O PMI de fabricação do ISM para os EUA deve ser lançado às 11h, juntamente com uma atualização mensal dos gastos com construção no país. As intervenções das autoridades do Federal Reserve: Richard Clarida, James Bullard e Michelle Bowman pontuarão o dia. Também haverá discursos do presidente do BCE, Mario Draghi, e do chefe do banco central alemão, Jens Weidmann.

O PMI da indústria do Brasil referente a setembro vai ser divulgado às 10h00, uma hora após da produção industrial de agosto.

3. Ações indicam abertura em alta no 4º trimestre

Wall Street deve abrir o quarto trimestre de bom humor, deixando de lado os sinais de preocupação com a próxima temporada de ganhos do terceiro trimestre e aumentando o risco político para o presidente Donald Trump do processo de impeachment contra ele.

Relatórios divulgados na segunda-feira indicam que o Secretário de Estado Mike Pompeo também estava ouvindo a famosa ligação em que Trump pediu ao presidente da Ucrânia Zelensky ajuda na investigação do filho de Joe Biden, Hunter.

Às 7h (horário de Brasília), os futuros da Dow subiam 60 pontos, ou 0,2%, enquanto os do S&P 500 subiam 6 pontos ou 0,2% e os da Nasdaq 100 subiam 22 pontos ou 0,3%.

O rendimento do Tesouro de 30 anos, enquanto isso, atingiam 2,20% pela primeira vez em cinco dias nas negociações overnight.

4. Os planos do Johnson para o Brexit já nascem mortos

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, deve enviar seus planos detalhados para resolver o problema da fronteira irlandesa pós-Brexit para a União Europeia (UE). Ele espera que os planos permitam que ele faça algum tipo de acordo em uma cúpula daqui a duas semanas, que é efetivamente a última chance para o Reino Unido garantir uma saída ordenada da UE em 31 de outubro.

Segundo o The Daily Telegraph, os planos envolvem uma série de centros de desembaraço aduaneiro a alguns quilômetros da fronteira real. Isso viola efetivamente as disposições do Acordo da Sexta-feira Santa sobre como manter a infraestrutura física de fronteiras fora da ilha ou da Irlanda. Como o Reino Unido e a UE concordaram em manter o Acordo da Sexta-feira Santa, a chance de a UE concordar com as propostas de Johnson parece mínima.

O PMI do Reino Unido divulgado anteriormente indicou que as empresas britânicas começaram novamente a estocar antes do prazo de 31 de outubro, embora não o suficiente para impedir que o setor industrial se contraia novamente em setembro.

5. CEO do Credit Suisse escapa ileso do drama de espionagem

O conselho do Credit Suisse exonerou o presidente-executivo Tidjane Thiam de transgressões em uma revisão de como o banco espionou o ex-chefe de administração de patrimônio Iqbal Khan enquanto ele se preparava para começar a trabalhar para o rival UBS.

O chefe de operações Patrick Bouee, um confidente de longa data de Thiam que também trabalhou com ele na Prudential (LON:PRU) PLC, aceitou sua parcela de culpa e renunciou. Enquanto isso, o empregado que contratou investigadores para seguir Khan em nome do Credit Suisse cometeu suicídio, garantindo que um episódio embaraçoso e nocivo para a reputação do Credit Suisse terminasse na nota mais sombria possível.

Khan, enquanto isso, começa a trabalhar na UBS hoje.

Parceria

Receba notícias diretamente em seu celular ou tablet. Inscreva-se agora!