Notícias que impactam suas ações e investimentos!

Indicadores da Europa entre as 5 notícias de hoje

SpaceCast - Ouça esta matéria clicando abaixo:

Investing.com – A Pepsi, Costco (NASDAQ:COST) e a Constellation Brands (NYSE:STZ) pegam a onda de balanços do terceiro trimestre, enquanto o mercado luta para se recuperar das piores quedas em dois meses. Ah, e seu Parmigiano Reggiano e uísque escocês estão prestes a ficar mais caros. Aqui está o que você precisa saber nos mercados financeiros na quinta-feira, 3 de outubro.

1. Futuros aponta para recuperação temporária das ações

Wall Street está preparada para uma recuperação fraca na quinta-feira aberta, sem indicação de qualquer reversão séria dos receios que estavam por trás da forte queda de quarta-feira, a pior em dois meses.

Às 8h24 (horário de Brasília), os futuros do Dow Jones subiam modestos 48 pontos ou 0,18%, recuperando apenas 15% das perdas de ontem. O S&P 500 futuros subia 6,62 pontos ou 0,23%, os futuros do Nasdaq 100 também subiam 0,33%.

A PepsiCo (NASDAQ:PEP) iniciou a onda de balanços do dia com um declínio anual nos ganhos por ação, com um aumento modesto na receita. As linhas superior e inferior estavam ligeiramente acima das expectativas. A Brewer Constellation Brands (NYSE:STZ) divulgará seu resultado em breve, enquanto a CostCo apresenta seu balanço após o fechamento do mercado.

2. Trump anuncia tarifas sobre importações da UE

O governo do presidente Donald Trump abriu uma nova frente na guerra comercial, anunciando tarifas de importação para uma variedade de produtos europeus depois de obter a aprovação da Organização Mundial do Comércio para retaliar o bloco econômico europeu por auxílios estatais considerados ilegais à Airbus.

Além da tarifa de 10% nos aviões da Airbus, existem tarifas de 25% sobre o uísque escocês, queijo parmesão e vários produtos de luxo, com exceção dos produtos de couro. As tarifas sobre a Airbus isentam os componentes enviados para a fábrica da empresa em Mobile, Alabama, algo que pode apaziguar as companhias aéreas dos EUA que fizeram lobby contra ter que pagar mais pelas aeronaves da Airbus.

As tarifas anunciadas acabaram sendo mais moderadas do que as expectativas. A Airbus foi a maior ganhadora na bolsa de Paris na quinta-feira de manhã, juntamente com a fabricante de bebidas Pernod Ricard (PA:PERP) e o grupo de artigos de luxo LVMH.

3. Receio com relação ao crescimento ressurgem após PMIs fracos e notícias sobre o Brexit

O calendário de dados econômicos do dia é dominado pelo lançamento do índice de serviços do IHS Markit e índices compostos de gerentes de compras (PMIs na sigla em inglês), juntamente com as pesquisas de empresas não-industriais do Institute of Supply Management.

Os números de Markit para a Europa foram piores do que o esperado, com o PMI composto da zona do euro caindo para 50,1, apenas um tanto acima da linha que divide a expansão da contração. O índice composto do Reino Unido caiu abaixo de 50, para 49,3, provocando uma nova baixa nas ações do Reino Unido, agravada por uma reação negativa de Bruxelas às propostas do primeiro-ministro Boris Johnson sobre um ajuste no acordo de retirada para garantir um Brexit ordenado em 31 de outubro.

4. Tesla (NASDAQ:TSLA) e GoPro decepcionam

A Tesla (NASDAQ:TSLA) ficou aquém das suas próprias expectativas – e do mercado – com suas entregas no terceiro trimestre, que totalizaram 97.000. O CEO Elon Musk previu que a empresa quebraria o limite de 100.000 pela primeira vez.

Os números também levaram a empresa a uma decepção nos lucros, já que o mix de vendas agora está fortemente inclinado para a margem inferior no Modelo 3. As ações da Tesla (NASDAQ:TSLA) caíam 4,0% nas negociações após o fechamento do mercado.

Outra empresa que decepcionou após o encerramento da quarta-feira foi a GoPro, cujas ações caíram 16% depois que os atrasos na produção de sua nova câmera Hero8 Black fizeram com que ela cortasse suas perspectivas para o segundo semestre. A GoPro transferiu parte da produção da China para o México no ano passado, mas a empresa disse que não era responsável pelos atrasos.

5. Depoimentos sobre impeachment

Kurt Volker, ex-enviado dos EUA à Ucrânia, será ouvido a portas fechadas na quinta-feira pelos três comitês da Câmara que analisam a pressão do presidente Trump na Ucrânia para investigar o filho de seu rival político, Joe Biden. Ele é o primeiro dos cinco atuais e ex-funcionários do Departamento de Estado que foram chamados para comparecer perante a Câmara para falar sobre o assunto.

Trump aumentou seus ataques contra o líder do Comitê de Inteligência da Câmara, Adam Schiff, em uma entrevista coletiva na quarta-feira, pedindo que ele se demitisse e fosse investigado por ‘traição’.

O funcionário que primeiro avaliou a queixa do denunciante contra Trump, o inspetor geral da Comunidade de Inteligência Michael Atkinson, testemunhará a portas fechadas na sexta-feira, de acordo com a Bloomberg.

Parceria

Receba notícias diretamente em seu celular ou tablet. Inscreva-se agora!