Produtos/Serviços Parceiros

Parceria r7.com

Por Gabriel Codas

Investing.com – A jornada do meio desta semana foi marcada por estabilidade nos preços dos contratos futuros do minério de ferro, que são negociados na bolsa de mercadorias da cidade chinesa de Dalian.

O ativo com o maior volume de operações, e data de vencimento para o mês de setembro deste ano, cedeu 0,07% para 706,00 iuanes por tonelada, o que representa perdas de 0,50 iuanes em relação aos 706,50 iuanes de liquidação da véspera.

Em sentido negativo, a sessão desta quarta-feira teve como principal característica a retração das cotações dos papéis futuros do vergalhão de aço, que são transacionados na também chinesa bolsa de mercadorias de Xangai.

O contrato com mais liquidez, e data de entrega para outubro de 2020, cedeu 8 iuanes para 3.494 iuanes por tonelada, enquanto que o de janeiro de 2021, segundo em negócios, recuou 7 iuanes para 3.328 iuanes por tonelada.

O mercado acionário da China recuou nesta quarta-feira uma vez que as tensões sino-americanas e as preocupações com os danos provocados pelo coronavírus sobre a economia reduziram o apetite por risco.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse na terça-feira que está preparando uma forte resposta às leis de segurança nacional planejadas pela China para Hong Kong, acrescentando que será anunciada antes do fim da semana.

Os investidores também estão monitorando de perto o ritmo da recuperação econômica da China devido à crise do coronavírus. Os lucros das empresas industriais do país caíram a um ritmo mais lento em abril, mas a economia enfrenta pressão persistente já que a atividade e a demanda permanecem fracas.

*Com Reuters


Publicidade

  • Produtos/Serviços SpaceMoney

  • Produtos/Serviços Parceiros

  • Parceria r7.com

  • Simulador Online de Investimentos SPACEMONEY

    Acesse nosso Simulador de Investimento e descubra as melhores aplicações financeiras para o seu bolso e perfil.

    Simulador Online
  • Produtos/Serviços SpaceMoney

    Produtos/Serviços SpaceMoney