Notícias que impactam suas ações e investimentos!

Ibovespa encerra com baixa de 2,9% e dólar acompanha; ambos foram puxados por previdência e recessão nos EUA

SpaceCast - Ouça esta matéria clicando abaixo:

O Ibovespa, principal índice acionário da B3, a bolsa brasileira, encerrou o pregão desta quarta-feira (02) com baixa de 2,9%. O acumulado foi de 101.031,44 pontos.

O principal motivo desta performance foi a economia da reforma da previdência abaixo do esperado e especulativa de recessão dos Estados Unidos.

Dólar

Seguindo a mesma direção, o dólar comercial terminou o dia em queda de 0,673%, cotado a R$ 4,13.

Confira os principais acontecimentos e expectativas que tomaram conta do mercado hoje:

Recessão global

Ontem (02), o Índice dos Gerentes de Suprimentos (ISM) das indústrias dos Estados Unidos atingiu seu menor nível desde a recessão de 2008. Tal divulgação gerou uma alerta para a recessão global.

Agravando a aversão a risco do mercado, hoje, os mercados seguiram apreensivos porque os dados de emprego no setor privado ficaram abaixo do esperado. Segundo a empresa Automatic Data Processing (ADP) foram criadas 135 mil vagas em setembro, abaixo dos 150 mil empregos esperados pelos analistas.

Desta forma, as bolsas asiáticas, europeias e as norte-americanas também operaram no vermelho.

Reforma da previdência

Ontem (02), o texto da reforma da previdência foi aprovado no Plenário do Senado. Foram 56 votos a 19, o que representou um placar mais estreito do que o esperado.

Entretanto, o governo sofreu um revés no destaque da Cidadania, que solicitava a exclusão das mudanças no abono salarial. O governo precisava de 49 votos para manter o texto, mas obteve apenas 42, além de 30 votos contrários, implicando uma desidratação de R$76,4 bilhões na reforma e levando a economia total para R$800 bilhões.

Com isso, o impacto fiscal estimado para a PEC em dez anos cumpriu 86% da economia promovida pela versão aprovada pela Câmara dos Deputados.

Vale lembrar que o texto ainda precisa ser votado em segundo turno, o que já poderia ocorrer na próxima semana. A expectativa é que a tramitação seja concluída até a semana de 14 de outubro, mas há riscos de atrasos.

Guerra comercial

Uma autoridade da Casa Branca informou que os Estados Unidos (EUA) e a China vão retomar negociações comerciais em nível ministerial em Washington na semana que vem.

Impeachment de Trump

A Câmara controlada pelos democratas está analisando o pedido feito pelo presidente Donald Trump ao presidente ucraniano para que este investigasse um rival político, o pré-candidato presidencial democrata Joe Biden.

Publicidade

Receba notícias diretamente em seu celular ou tablet. Inscreva-se agora!