LCI e LCA – O que você precisa saber antes de investir!

Conheça os Investimentos isentos de impostos de renda e que são uma excelente alternativa para diversificar

SpaceCast - Ouça esta matéria clicando abaixo:

Meu caro investidor,

Eu sei que sua vida não é fácil…são inúmeras alternativas de investimentos, o que por sinal é muito bom! Mas sei que na hora de decidir qual deles fará parte de sua carteira de investimentos bate aquela indecisão: “Qual é o mais rentável? Qual é o melhor?”

Tenho certeza que essas perguntas surgem ou já surgiram em sua cabeça! Por isso afirmo que não existe receita pronta e nem fórmula mágica!

Há uma carteira de investimentos adequada para cada investidor. Por isso é muito importante, na hora de escolher quais investimentos farão parte de sua carteira, respeitar o seu perfil e enquadrar o valor investido em seus objetivos.

E o meu papel aqui, nas minhas colunas semanais no Space Money, é te ajudar a conhecer os mais diversos investimentos existentes, para que você tenha o poder de escolher qual a melhor alternativa de acordo com o seu perfil e objetivos.

Nas colunas anteriores já expliquei:

Praticamente um curso, não é mesmo?

Então continue me acompanhando que vem muito mais pela frente!

Hoje vamos entrar no universo dos investimentos isentos de imposto de renda, e vamos começar pelos dois produtos mais populares entre eles.

Leia até o final que eu vou te dar uma dica que é a cereja do bolo deste artigo. Com certeza ela vai mudar sua vida!

O que é LCI e LCA?

São títulos de renda fixa (se você não sabe o que é renda fixa leia o meu artigo aqui no Space Money) emitidos pelos bancos, que diferentemente do CDB possuem uma finalidade definida e são isentos de impostos de renda sobre a sua rentabilidade.

A LCI é a Letra de Crédito Imobiliário. Sua finalidade é financiar o setor imobiliário, ou seja, quando você investe em LCI está emprestando seu dinheiro para que os bancos repassem esse valor para as pessoas que precisam de crédito imobiliário.

Já a LCA é a Letra de Crédito Agronegócio e tem a finalidade, como você deve imaginar, de financiar o setor de agronegócio.

Como o Governo tem o interesse de fomentar esses setores, ele isenta esses investimentos de imposto de renda, incentivando novos investidores. Viu como é simples?!

Mas investir em LCI/LCA é seguro?

Sim, uma vez que esses investimentos são cobertos pelo Fundo Garantidor de Crédito em até R$ 250 mil por instituição financeira, considerando todos os investimentos que você possua na instituição, com o teto global (considerando todas as instituições financeiras que você possua investimentos e que são vinculadas ao FGC) de R$ 1 milhão.

E como é a remuneração para esses investimentos?

As LCIs e LCAs podem ter sua rentabilidade pós-fixada, pré-fixada ou híbrida.

Na modalidade pós-fixada, a rentabilidade flutua de acordo com um indexador, que geralmente é o CDI ou o IPCA (inflação oficial utilizada pelo governo).

No caso da rentabilidade pré-fixada você saberá no momento da aplicação qual será a rentabilidade anual que irá obter com o investimento mantido até o seu vencimento.

Por sua vez, no caso de ser híbrida, há um mix entre a rentabilidade pré-fixada e pós-fixada.

Esses investimentos geralmente não possuem liquidez. Por isso, só invista após ter feito sua reserva de emergência e caso não vá precisar do valor investido no curto prazo.

E como saber se é melhor investir em um CDB ou em uma LCI ou LCA?

Aqui chegamos na dúvida da maioria dos investidores e que é a cereja do bolo desse artigo.

Na hora de comparar investimentos com tributação de imposto de renda, como o CDB, e algum que não tenha, como a LCI/LCA, geralmente dá um nó na cabeça, não é mesmo?

Portanto vou te ensinar a fazer um cálculo supersimples que permite essa comparação! Para equiparar exatamente o rendimento da LCI ou LCA ao do CDB é só dividir a taxa paga pela LCI ou LCA por 1 e deduzir desse resultado o  imposto de renda (conforme tabela regressiva)

Nada como a prática não é mesmo? Então vamos a um exemplo!

Digamos que você tenha na sua frente duas opções: investir em uma LCI/LCA a 90% do CDI ou em um CDB com retorno de 100% do CDI; e que pretende resgatar em menos de 6 meses, portanto o imposto de renda que incidirá será de 22,5% sobre a rentabilidade do CDB.

Para saber qual é o investimento mais vantajoso basta fazer o seguinte cálculo:

Passo 1 (1 menos o percentual do IRPF)

1 – 0,225 = 0,775

Passo 2 (dividir a rentabilidade da LCI pelo resultado do passo 1)

90 / 0,775 = 116,12

A LCI do nosso exemplo, portanto, equivale a um CDB que paga 116% do CDI.

Viu como é simples?

Lembrando que, no nosso exemplo, a LCI/LCA é mais rentável, mas isso não quer dizer que isso será uma verdade absoluta sempre. Por isso a importância de sempre aplicar esse cálculo na hora da decisão. Já que agora você já sabe comparar e entender qual é o investimento mais rentável!

Que orgulho! Se você chegou até aqui, parabéns! Você já é quase um especialista em LCI e LCA e já pode até ensinar para os amigos esse cálculo supersimples para comparar os investimentos (e que poucos conhecem).

Na próxima semana, continuando a série de títulos privados isentos de imposto de renda, vamos falar sobre os CRIS E CRAS e aprender o que securitização. Você não vai perder, não é mesmo?!

Até lá!

Parceria

Receba notícias diretamente em seu celular ou tablet. Inscreva-se agora!