fbpx

Parceria r7.com

Por Yasin Ebrahim, da Investing.com – A libra diminuiu em relação ao dólar desde as altas da sessão de segunda-feira (19), mas permaneceu apoiada, uma vez que a UE pareceu estender um ramo de oliveira dizendo que continua comprometida em intensificar as negociações do acordo do Brexit com o Reino Unido.

O par GBP/USD subia 0,22% para US$ 1,2942, abaixo das máximas da sessão de US$ 1,3025, mas bem acima das mínimas de US$ 1,2897 às 16h56 (horário de Brasília).

O negociador do Brexit da UE, Michel Barnier, confirmou que a UE continua “disponível para intensificar as negociações [do Brexit] em Londres”, marcando uma mudança de tom depois que os líderes da UE abandonaram sua promessa de intensificar as negociações comerciais na semana passada e pediram ao Reino Unido que fizesse concessões para um acordo.

“Acabei de falar com @DavidGHFrost.
Como declarado pelo presidente @vonderleyen na sexta-feira, eu confirmei que a União Europeia continua disponível para intensificar conversas em Londres nesta semana, sobre todos os assuntos, e baseando-se em textos jurídicos.
Nós agora esperamos pela reação do Reino Unido.”

O Ministro do Gabinete do Reino Unido, Michael Gove, sugeriu que o Reino Unido não retomaria as negociações momentos antes de reconhecer os sinais de progresso, “mesmo enquanto estive na caixa de despacho, foi relatado que houve foi um passo construtivo por parte da UE e eu recebo bem isso”, disse Gove.

O jogo de instabilidade entre ambas as partes, no entanto, deve continuar na esteira de poucos progressos em questões-chave que atrasaram as negociações, incluindo os chamados compromissos de igualdade de condições, pesca e questões de governança.

O início de semana positivo para a libra esterlina vem com os investidores especulativos parecendo apostar que ambos os lados irão eventualmente encontrar um terreno comum e fechar um acordo comercial pós-Brexit.

Antes de mais uma fase crucial para o Brexit e a libra esterlina nesta semana, “suspeitamos que o posicionamento do mercado sobre a GBP não mudou muito no lado vendido após os comentários de confronto e ameaça de não acordo testemunhado na semana passada”, disse o ING em uma nota. “Acreditamos que este é um mercado que está longe de precificar um resultado sem acordo e não ficaríamos surpresos em ver apenas um pequeno aumento nas vendas líquidas de GBP no próximo relatório da CFTC.”

“Continuamos com a visão de que os riscos de queda para a libra esterlina em um cenário sem acordo ainda são consideráveis”, acrescentou o ING.


Publicidade

  • Aplicativo SpaceMoney



  • Quer saber mais sobre investimentos?

  • Parceria r7.com

  • Simulador Online de Investimentos SPACEMONEY

    Acesse nosso Simulador de Investimento e descubra as melhores aplicações financeiras para o seu bolso e perfil.

    Simulador Online
  • © 2020 – SpaceMoney Brasil Informações e Sistemas Ltda. Todos os Direitos Reservados.
    A SpaceMoney é um veículo informativo e não faz recomendações de investimentos, não podendo ser responsabilizada por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.