Notícias que impactam suas ações e investimentos!

Ouro sobe pela 3ª sessão seguida após discurso de Trump contra China e Irã na ONU

Por Barani Krishnan

Investing.com – O ouro subiu pelo terceiro dia consecutivo na terça-feira para máximas de mais de duas semanas, à medida que mais investidores procuravam refúgios seguros após o novo ataque do presidente Donald Trump à China, que sinalizou pouca esperança de acordo comercial.

A investida de Trump no Irã, combinada com as tensões geopolíticas relacionadas ao petróleo no Oriente Médio, também levou os preços futuros e spot do ouro para o território de US$ 1.550 por onça.

Os futuros do ouro para entrega em dezembro subiram US$ 8,70, ou 0,6%, a US $ 1.540,20 por onça na divisão Comex da Bolsa Mercantil de Nova York. A máxima da sessão foi de US$ 1.543,25, um pico desde 5 de setembro.

O ouro spot, refletindo negócios em barras de ouro, subiu US$ 9,99, ou 0,7%, para US$ 1.532,14 às 15:47 (horário de Brasília). Anteriormente, atingiu uma máxima de duas semanas de US$ 1.535,74.

Os preços do ouro subiram quase 2% desde o início desta semana, rumo à sua melhor semana desde o início de agosto. Apenas uma semana atrás, alguns analistas haviam se esquecido do metal dourado, dizendo que suas perspectivas não eram tão promissoras com o dólar americano permanecendo forte após outro corte modesto do Federal Reserve. O ouro é um ativo alternativo ao dólar.

Trump deu um tom combativo contra a China em seu discurso à Assembleia Geral da ONU em Nova York, fazendo um rápido acordo comercial entre os gigantes parecer uma promessa distante. “A China não apenas se recusou a adotar reformas prometidas, como adotou um modelo econômico dependente de enormes barreiras de mercado, pesados ​​subsídios estatais, manipulação de moeda, transferências de tecnologia de dumping de produtos e roubo de propriedade intelectual e também segredos comerciais em grande escala”. Trump disse.

Seus comentários também reduziram os mercados acionários, empurrando mais investidores para os ativos de refúgio. Na frente do petróleo, Trump criticou a “sede de sangue” do Irã e disse que as sanções contra Teerã serão mais severas, a menos que o país mude de atitude. Mas o petróleo bruto West Texas intermediário caiu US $ 1,35 para US $ 57,29, em meio a preocupações com a demanda mundial após indicadores econômicos fracos dos países da zona do euro e do Japão.

“Enquanto o comportamento ameaçador do Irã continuar, as sanções não serão levantadas”, disse o presidente, que restabeleceu o embargo de petróleo dos EUA ao Irã em novembro passado, depois de abandonar o pacto nuclear de 2016 no início do ano. “Eles serão apertados.”

Parceria

Receba notícias diretamente em seu celular ou tablet. Inscreva-se agora!