Notícias que impactam suas ações e investimentos!

Petróleo sobe com risco geopolítico se impondo à garantia de oferta saudita

Por Barani Krishnan

Investing.com – Os preços do petróleo recuperaram da baixa da sessão de segunda-feira durante os negócios da tarde. Os investidores que esperavam um aumento do risco geopolítico impulsionaram um mercado enfraquecido pela garantia da Arábia Saudita de que sua produção estava se recuperando.

O petróleo WTI, negociado em Nova York, subiu 39 centavos, ou 0,67%, a US$ 58,48 por barril. Durante a manha, caiu para mínima US$ 57,41. Já o petróleo Brent aumentou 19 centavos, ou 0,3%, para US$ 64,47.

No Brasil, as ações da Petrobras seguiram alta no mercado internacional de petróleo. Os papéis preferenciais (SA:PETR4) subiram 1,78% a 27,48, enquanto as ações ordinárias (SA:PETR3) tiveram alta de 0,43% a R$ 30,45.

A Arábia Saudita, principal exportador de petróleo, disse que espera restaurar na próxima semana a produção perdida no ataque de 14 de setembro às instalações de processamento de petróleo de Abqaiq, que produziam 5,7 milhões de barris por dia. A Arábia Saudita já restaurou cerca de 75% da produção da planta, informou a Reuters.

Os preços do petróleo também foram enfraquecidos por uma pesquisa que mostrou que o crescimento dos negócios na zona do euro estagnou este mês, prejudicado pelo encolhimento da atividade na Alemanha, onde uma recessão na indústria se intensificou inesperadamente.

Mas traders disseram que o mercado se recuperou com a noção de que a Assembleia-Geral da ONU nesta semana pode não produzir nenhum resultado que atenue as tensões no Oriente Médio. “A Assembleia-Geral está em andamento e isso imprimirá muitas manchetes geopolíticas”, disse Olivier Jakob, chefe da consultoria de risco de petróleo Petromax.

“Se Trump e Rouhani não são capazes de fazer algum progresso, podemos esperar que o Irã continue sua política de resistência máxima e isso se traduzirá em mais ataques”, acrescentou, referindo-se aos esforços do presidente dos EUA para alcançar seu colega iraniano para conversas.

Em um desenvolvimento surpreendente na segunda-feira, Rouhani disse que apresentará um plano de paz para o Oriente Médio na Assembleia da ONU. “Este ano, apresentaremos um plano para o mundo nas Nações Unidas de que a República Islâmica do Irã, em cooperação com os países da região, possa criar segurança para o Golfo Pérsico e o Mar de Omã, com a ajuda dos países da região, “ele disse em seu site, sem fornecer mais detalhes.

Em um aparente gesto de boa vontade, o Irã também in um navio-tanque de bandeira britânica, o “Stena Impero”, que apreendeu em julho. Mas, ao mesmo tempo, o ministro das Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif, reiterou sua advertência de que o Irã recorrerá a uma “guerra total” se for alvejado pelos Estados Unidos ou pela Arábia Saudita sobre o ataque saudita. Os rebeldes houthis do Iêmen assumiram a responsabilidade pelo ataque, mas os EUA acusaram o Irã, que negou a acusação.

Parceria

Receba notícias diretamente em seu celular ou tablet. Inscreva-se agora!