Parceria r7.com


COLUNISTAS

01 de julho - 2020 colunista imagem
Ver todos os artigos Arthur Farache
 

Os fundos abutres, a pandemia e uma linda mulher Ler matéria

03 de julho - 2020 colunista imagem
Ver todos os artigos Breno Costa
 

Crédito se recupera com tecnologia reconectando oferta e demanda Ler matéria

03 de junho - 2020 colunista imagem
Ver todos os artigos Diogo Figueiredo
 

Qualitativo de uma tese de investimento não muda ao sabor do vento Ler matéria

08 de abril - 2020 colunista imagem
Ver todos os artigos Felipe Tokarski
 

Covid-19 é ponto de virada para empresas de tecnologia Ler matéria

09 de julho - 2020 colunista imagem
Ver todos os artigos Francis Wagner
 

O papel da renda fixa no cenário de instabilidade e juros baixos Ler matéria

14 de julho - 2020 colunista imagem
Ver todos os artigos Guilherme Lisbão
 

Crescimento dos esportes eletrônicos abre novo mercado para investimentos Ler matéria

20 de setembro - 2019 colunista imagem
Ver todos os artigos Helio Ji Wong Kwon
 

Histórias bem sucedidas de reinvenção corporativa são raras Ler matéria

13 de julho - 2020 colunista imagem
Ver todos os artigos Humberto Mariano
 

Os desafios do mercado de trabalho nos novos tempos Ler matéria

26 de junho - 2020 colunista imagem
Ver todos os artigos Jorge Augusto Saab
 

História mostra riscos de excessiva concentração na carteira de investimentos Ler matéria

08 de julho - 2020 colunista imagem
Ver todos os artigos Otavio Cavallini
 

Apesar da pandemia, momento é propício para investir no mercado imobiliário Ler matéria

16 de julho - 2020 colunista imagem
Ver todos os artigos Tales de Moraes Moreno
 

Necessidade de planejamento sucessório foi ressaltada pela pandemia de Covid-19 Ler matéria

10 de julho - 2020 colunista imagem
Ver todos os artigos Thabata Abreu
 

Ter dívidas não significa que o seu futuro financeiro está arruinado; veja como recomeçar. Ler matéria

30 de junho - 2020 colunista imagem
Ver todos os artigos Thiago Guedes
 

Diversificação em tempos de crise e juros baixos Ler matéria

Publicidade

Conectar investidores a bons produtos e serviços do mercado financeiro. Somos a SPACEMONEY

A SpaceMoney é uma plataforma independente de educação e soluções financeiras, criada em 2019 com a missão de ajudar as pessoas a organizar suas finanças e a fazer as escolhas certas em investimentos, seguros, crédito e câmbio.

Saiba mais

Parceria r7.com

Soluções Financeiras

Seja para se proteger contra imprevistos, conseguir o dinheiro necessário para um projeto ou fazer seu patrimônio crescer, a SpaceMoney tem a solução certa para você. Faça um diagnóstico gratuito da sua vida financeira e, com a ajuda de nossos assessores, escolha o seguro, crédito ou investimento ideal para suas necessidades.


Produtos/Serviços Parceiros

Especiais Patrocinados

Órama Investimentos
Na Órama, você pode entrar em um Fundo de Investimento com qualquer valor

Fundada em 2011 com a missão de democratizar o acesso aos investimentos, a Órama sempre teve a marca do pioneirismo: foi uma das primeiras corretoras do Brasil a operar 100% online e a distribuir Fundos de gestores independentes com aplicação inicial abaixo dos valores praticados no mercado. Agora, a Órama deu mais um passo ao […]

VER MAIS

Amazônia Capital
Queda dos juros exige que investidores tomem mais riscos, diz Amazônia Capital

Era uma vez um país do futuro, chamado Brasil, em que a estabilidade econômica não chegava nunca, o crescimento sustentado era uma ilusão e a inflação comia a renda do trabalhador. A vida era difícil, mas quem tinha alguma reserva financeira conseguia obter uma boa rentabilidade aplicando em renda fixa, com baixo risco. Esse Brasil […]

VER MAIS

Ouro Preto Investimentos
FIC FIDC: a arte de mitigar a exposição aos riscos

Sejamos sinceros: é fácil se perder no imenso leque de opções de investimentos atualmente disponíveis no mercado. Mas para saber qual é a escolha ideal para o seu perfil de investidor (conservador, moderado ou arrojado), seu objetivo e sua disponibilidade de recursos, é importante conhecer com um pouco mais de detalhes as vantagens e desvantagens […]

VER MAIS

Ouro Preto Investimentos
Os cinco cuidados que os investidores devem ter

João Peixoto Neto é sócio e diretor de compliance e riscos da Ouro Preto Investimentos, gestora especializada em hedge funds e fundos estruturados que possui hoje mais de R$ 5 bilhões sob sua gestão, distribuídos em cerca de 90 fundos de investimento. Em entrevista exclusiva ao portal SpaceMoney, ele divide um pouco da sua experiência […]

VER MAIS

Parceria r7.com

Publicidade


SEU DINHEIRO RENDE MAIS
COM A GENTE.
INVISTA COM A SPACEMONEY.

secao investimentos
  • Produtos/Serviços Parceiros

  • SpaceVídeos

    Quem precisa de seguro de vida? Todos Nós!

    PODCAST SPACEMONEY

  • Parceria r7.com

  • E-Book VER TODOS

    Como começar a investir.
    BAIXAR E-BOOK
  • Publicidade

    Gráficos Financeiros

  • Simulador Online de Investimentos SPACEMONEY

    Acesse nosso Simulador de Investimento e descubra as melhores aplicações financeiras para o seu bolso e perfil.

    Simulador Online
  • Publicidade

    Glossário Financeiro SpaceMoney

    Ações Ações representam parcelas do capital social de uma empresa. Ao adquiri-lás, você se torna "sócio" dessa organização. Com o dinheiro que você usa para comprar a ação, as empresas conseguem efetuar projetos, melhorar seu desempenho e mais.

    Ações ordinárias (ON) Ações ordinárias (ON) são um tipo de ação que dão ao investidor o direito ao voto e participação nas decisões da empresa. A sua participação na administração da empresa está relacionada com a quantidade de ações que você possui: quanto mais ações desse tipo você possui de uma mesma empresa, maior será sua influência na sua direção.

    Ações preferenciais (PN) Ações preferenciais (PN) são tipos de ações que não dão direito à participação na administração da empresa, mas comprando esse tipo você terá preferência na hora de receber os lucros da empresa.

    Aplicação Aplicação representa a compra de um ativo ou título de uma instituição. O objetivo dessa compra é obter rentabilidade sobre a quantia aplicada.

    Ativos Ativos são bens que uma empresa ou pessoa tem e é negociado no mercado. Pode ser ações, títulos públicos e até commodities. Basta ter um valor atribuído.

    Benchmark Benchmark é o nome dado a marcadores de performance no mercado financeiro. O benchmark é geralmente representado por um índice, como o Ibovespa, ou por títulos, como o CDI. Com esse marcador, o investidor pode saber quanto um investimento rende, basta comparar o benchmark ao rendimento da aplicação.

    Bitcoin Bitcoin é um tipo de moeda virtual. Quando você a compra, você não depende de bancos, grandes corporações ou governos para movimentá-la. Ela é eletrônica e serve para realizar transações no mercado.

    Bolsa de Valores Bolsa de Valores é um meio para compra e venda de ações. É online e une investidores que querem comprar o capital social a investidores que querem vendê-lo.Na Bolsa é possível que as empresas disponibilizem suas ações para os investidores, iniciando as negociações.

    CDI CDI é um Certificados de Depósito Interbancário, ou seja, é um título emitido pelos bancos como forma de captação ou aplicação de recursos excedentes. Geralmente sua negociação dura um dia e são negociados no mercado interbancário, transferindo recursos de uma instituição financeira para outra. Funciona como um juros interbancário.

    Come-cotas Come-cotas é um imposto que incide sobre aplicações nos fundos de investimentos. É uma antecipação ao recolhimento do Imposto de Renda em determinados fundos. Esse imposto é cobrado em alíquotas que variam de 15% a 22,5% dependendo do tempo da sua aplicação.

    Criptomoeda Criptomoeda é um código virtual que representa uma moeda e pode ser convertido em valores reais. Não há intermediários ou autoridades financeiras para sua negociação.

    Debêntures Debêntures são que títulos de dívidas de uma empresa. Se você investe aplicações de debêntures, você faz um empréstimo para a companhia que emitiu o título, financiando as operações dessa e recebe em um pagamento de juros.

    Dividendos Dividendos representam os lucros das empresas que funcionam como remuneração aos acionistas recebem. Esse tipo de retorno está relacionado diretamente com a B3, a bolsa brasileira. Todas as empresas da B3 devem distribuir no mínimo 25% dos seus lucros com os detentores de seus papéis. Portanto, a remuneração em ações se dá por dividendos.

    ETF ETF é a sigla que corresponde a Exchange-Traded Fund. O ETF é um tipo de fundo negociado na Bolsa de Valores. Sua carteira é composta por ativos de ações, commodities e acompanham um índice, um benchmark.

    Family Offices Family Offices são tipos de assessoras destinadas à famílias com alto patrimônio financeiro. Esses escritórios oferecem serviços de gestão, tributação, fiscalização, educação financeira e outros. O family office também é usado por empresas familiares como um importante meio de auxílio a governança corporativa.

    FGTS FGTS é a sigla que corresponde ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço protege o trabalhador demitido sem justa causa por meio da abertura de uma conta vinculada ao contrato de trabalho. No início de cada mês, os empregadores depositam em contas abertas na Caixa, em nome dos empregados, o valor correspondente a 8% do salário de cada funcionário. O FGTS é constituído pelo total desses depósitos mensais.

    FIDIC FIDIC é a sigla para Fundo de Investimento em Direitos Creditórios é um fundo de investimentos que funciona como uma união de diversos investidores que unem seus recursos em um investimento comum para todos. Para o lucro, as aplicações são feitas em créditos que empresas têm a receber, como, por exemplo, aluguéis e cheques.

    Fintech Fintech é um termo que surgiu da união das palavras financial (financeiro) e technology (tecnologia). São startups que tem como objetivo otimizar serviços do sistema financeiro através da utilização de uma tecnologia avançada. Essas empresas possuem custos operacionais muito menores comparadas às instituições tradicionais do setor, como bancos.

    Fundos Fundos são um tipo de aplicação formada por uma carteira de ativos financeiros. Esses ativos podem ser ações, títulos públicos, créditos e outros. Os fundos são administrados por gestores que decidem para onde vão direcionar o dinheiro e, por isso, há uma taxa de administração a ser paga.

    Hedge Hedge significa, em tradução livre, limite. Esse termo é usado no mercado para representar uma estratégia financeira que determina o limite de preço de um determinado recurso. É uma manobra usada para proteger operações que tenham grande variação de preços. Para efetuá-la é preciso realizar contratos futuros no mercado futuro, porque, dessa forma, você compra a ação com um preço pré determinado e, assim, mesmo se o valor dela subir ou descer o valor pago pela sua venda ou pela sua compra estará fixado e, portanto, protegido.

    Holding Holding vem do termo to hold que em tradução livre significa segurar. Holding é a definição dada para grandes empresas que detêm grande parte de ações de outras empresas e, assim, controla a administração e políticas organizacionais. Assim, elas seguram os projetos e as participações da companhia.

    IPCA IPCA

    IPO IPO é a sigla para Initial Public Offering, ou IPO, que em tradução livre significa Oferta Pública Inicial, consiste em um processo do mercado financeiro no qual uma empresa se torna uma instituição de capital aberto. Para arrecadar recursos e fazer o negócio crescer, as ações de uma empresa são vendidas ao público em uma bolsa de valores pela primeira vez.

    Mercado Futuro Mercado Futuro é o consiste em um conjunto de compra e venda de ativos na Bolsa de Valores hoje por um preço estipulado para determinado prazo no futuro. O lucro com este tipo de mercado vem da variação do preço do produto, porque você fixará um preço pelo produto e se houver variação você estará protegido pelo preço estipulado. Os principais ativos negociados são commodities, porque são mercadorias com preços muito voláteis por conta de condições climáticas, pragas e outros fatores.

    Poupança Poupança é uma parcela da renda ou do patrimônio que é guardada para algum momento no futuro. No conceito financeiro, essa quantia pode ser aplicada em investimentos baixo risco de acordo com o que o investidor objetiva.

    Previdência privada Previdência privada é uma quantia que o investidor reserva para ter uma renda no futuro ou complementar sua aposentadoria. Para acumular a quantia destinada à previdência privada o investidor pode aplicar em fundos específicos.

    Renda Fixa Renda Fixa é um tipo de investimento que oferece uma base de projeção ou o cálculo do retorno exato antes da aplicação. Eles geralmente são indexados ao IPCA, CDI, taxa Selic, letras de crédito, debêntures e ao Tesouro Nacional.

    Renda Variável Renda Variável é um investimento que não garante uma projeção tão específica de retorno quanto os investimentos de renda fixa, porque está sujeita a maiores oscilações no mercado e, consequentemente, traz mais riscos ao investidor. Esse tipo de aplicação está atrelada a ações, fundos de investimento de ações e multimercados, entre outros.

    Research Research

    Selic Selic é o nome dado à taxa básica de juros do Brasil. Ela é a taxa média ajustada dos financiamentos diários apurados no Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) para títulos federais.

    Spread Spread

    Swap Cambial Swap Cambial

    Trader Trader é o profissional que negocia ativos financeiros na Bolsa de Valores. Ele contratado para uma instituição financeira ou para si mesmo. Ele geralmente usufrui de um homebroker e, assim, trabalha remotamente. Esse profissional está sujeito a muitos riscos no mercado mas também a grande lucros.

    Volatilidade Volatilidade é a oscilação no valor de ativos do mercado. A volatilidade varia para cada tipo de aplicação. Ela possibilita que os investidores projetem perdas e ganhos. Os produtos com maiores volatilidades geralmente trazem maior risco para os investidores.

    Yield Yield é um termo da língua inglesa que, em tradução livre, significa rendimento. É uma expressão muita utilizada no mercado financeiro e se entende como o lucro de um ativo em dividendo ou juros.


    Produtos/Serviços SpaceMoney

    © 2020 – SpaceMoney Brasil Informações e Sistemas Ltda. Todos os Direitos Reservados.
    A SpaceMoney é um veículo informativo e não faz recomendações de investimentos, não podendo ser responsabilizada por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

    Produtos/Serviços Parceiros

    Produtos/Serviços Parceiros