Notícias que impactam suas ações e investimentos!

Mercado deve seguir tendência positiva internacional

SpaceCast - Ouça esta matéria clicando abaixo:

Sim, eu sei. Os comentários sobre a expectativa de redução global de juros podem cansar, já que todo dia estão por aqui. Mas sua importância é maior do que a repetição quase que diária. Prefiro pecar pelo excesso neste caso.

As mudanças de juros no mundo vêm ditando o rumo dos ativos. Veja o caso desta quinta-feira (18): um discurso em Nova York, de John Williams, presidente do Fed, foi capaz de levar as Bolsas para cima e derrubar os juros. Qual frase provocou esse movimento? “É melhor tomar ações preventivas do que esperar para que o desastre aconteça.”

Para muitos, a interpretação foi de que o corte de 0,5 por cento no Estados Unidos deve ocorrer ainda no fim de julho. É o famoso “escutar o que quer” (percepção seletiva). Como os investidores já desejam essas sinalizações, optaram por interpretar como lhes parecia mais conveniente. A euforia não agradou ao Fed, que se manifestou para explicar que o discurso de Williams foi no contexto acadêmico e não indica quais serão os próximos passos do Fomc. Agora, é acompanhar de perto os próximos indícios.

Hoje é o último dia que os membros do Comitê de Política Monetária americana, o famoso FOMC, podem dar entrevistas antes de entrarem no período de silêncio pré-reunião. Ouvidos atentos.

Brasil

Dados mais concretos sobre o uso do FGTS só serão anunciados na próxima semana. Vimos empresas do setor varejista em alta, empolgação com o consumo das famílias. O governo optou por estudar a melhor forma de colocar a medida em prática. A expectativa é que a iniciativa ajude a impulsionar o ritmo ainda cambaleante do crescimento brasileiro.

Com o recesso parlamentar e foco no Executivo, Bolsonaro deve ficar em evidência no mês já que insiste em falas polêmicas: como a nomeação de seu filho à embaixada dos EUA e comentários em inoportunos na internet.

Por aqui, o cenário corporativo está bem agitado, com fusões, aquisições e oferta de ações. Bom termômetro de que a economia está aquecendo. Uma oferta (folow-on) que está agitando o mercado é da Petrobras Distribuidora. Quer saber se é para entrar ou não oferta, baixe o relatório exclusivo que o nosso time de analistas de ações preparou para você.

Impactos durante o dia

O dia será positivo para os ativos locais.  O recesso parlamentar e o compasso de espera para os resultados da divulgação do resultados do segundo semestre farão com que o mercado siga a tendência positiva internacional.

*Rafael Bevilacqua é estrategista-chefe na Levante, empresa de recomendações, análises e carteiras de investimentos. Esta coluna é de inteira responsabilidade da Levante e não reflete, necessariamente, a opinião da SpaceMoney.

Parceria

Receba notícias diretamente em seu celular ou tablet. Inscreva-se agora!