Ações da IRB deve ter impacto positivo após lucro abaixo do esperado

SpaceCast - Ouça esta matéria clicando abaixo:

Na quarta-feira (6), após o fechamento dos mercados, o Instituto de Resseguros do Brasil (IRB) (IRBR3) divulgou seus números referentes ao terceiro trimestre de 2019. A companhia apresentou um bom resultado, mas com lucro líquido abaixo do esperado.

A resseguradora lucrou 392,5 milhões de reais no terceiro trimestre, aumento de 28,9% ante a mesma etapa de 2018, mas abaixo da expectativa de mercado.

Esperamos impacto negativo no preço das ações da IRB (IRBR3) no curto prazo pois a companhia apresentou um resultado abaixo do esperado. De julho a setembro, os prêmios emitidos somaram 2,3 bilhões de reais, avanço de 18% ano a ano, abaixo do crescimento esperado (guidance), que era de 20% a 27%.

A rentabilidade da carteira global de ativos, utilizada para verificar a eficiência da operação, ficou em 131% do CDI no trimestre, com 127% no acumulado do ano, enquanto no mesmo do período do ano passado o acumulado era de 143%.

Na última linha do resultado, o lucro líquido do IRB atingiu 392,5 milhões de reais no trimestre, valor abaixo da expectativa, que era de 410 milhões de reais. Com o resultado do trimestre, o lucro líquido no acumulado do ano já soma 1,1 bilhão de reais, crescimento de 34% em relação a 2018, com um retorno sobre o patrimônio líquido médio (ROAE) de 37%. O lucro líquido foi prejudicado pelo menor avanço dos prêmios emitidos pela companhia.

A empresa anunciou pagamento de 198,4 milhões de reais de juros sobre o capital próprio (JCP) complementar de 0,213 reais por ação, equivalente a um retorno sobre dividendos de 0,56%. As ações serão negociadas “ex-JCP” dia 19 de novembro e o pagamento do JCP será no dia 5 de dezembro. O retorno total em dividendos e JCP acumula 2,6% em 2019.

O resultado mais fraco pode fazer com que o mercado encerre a sequência de previsões de resultados para cima. O momento do IRB Brasil é de transição entre uma empresa de crescimento para uma empresa de valor, que distribui dividendos. Entretanto, é possível que o mercado demore a assimilar esta transição e que as ações passem por uma turbulência no curto prazo.

Parceria

Receba notícias diretamente em seu celular ou tablet. Inscreva-se agora!