Notícias que impactam suas ações e investimentos!

As 10 marcas mais valiosas do Brasil

Anualmente, o ranking BrandZ Brasil divulga as marcas mais valiosas do Brasil. O levantamento considera duas dimensões: a financeira, feita pela agência de notícias Bloomberg, e o valor de contribuição da marca, realizada pela Kantar, empresa de dados, insights e consultoria. Divulgado em maio de 2019, o estudo trouxe surpresas.

Após seis anos consecutivos, a cervejaria Skol perdeu o primeiro lugar no ranking para o Bradesco. O valor de marca do banco foi estimado em US$ 9,47 bilhões, o que representa um aumento de 35% em relação a 2018. Além do Bradesco, o Itaú Unibanco também ultrapassou a Skol e assumiu o segundo lugar, com valor de US$ 8,37 bilhões.

As 10 marcas mais valiosas do Brasil

  • Bradesco (banco): US$ 9,468 bilhões
  • Itaú Unibanco (banco): US$ 8,368 bilhões
  • Skol (cerveja): US$ 7,253 bilhões
  • Brahma (cerveja): US$ 3,781 bilhões
  • Globo (comunicação): US$ 3,624 bilhões
  • Antarctica (cerveja): US$ 2,672 bilhões
  • Magazine Luiza (varejo): US$ 2,287 bilhões
  • Petrobras (energia): US$ 2,002 bilhões
  • Renner (varejo): US$ 1,903 bilhão
  • Amil (saúde): US$ 1,840 bilhão

Fonte: Kantar

A comunicação além dos negócios

Para a CEO da Kantar Brasil, Sônia Bueno, o sucesso das marcas vai além de estratégias de negócio, e aspectos como cultura de inovação, comunicação consistente e novas experiências com o consumidor passaram a ser determinantes. “Não significa apenas ter novos produtos, mas formas inovadoras de vendas com estratégias criativas”, declarou.

Já Eduardo Tomiya, diretor da Kantar Brasil, avalia que Bradesco e Itaú tiveram um posicionamento forte em relação à inovação. “O poder de fogo de comunicação e de posicionamento de marca com canais digitais fez com que esses bancos se destacassem”, disse.

O Bradesco oferece serviço de depósito de cheques utilizando a câmera do smartphone e também disponibilizou uma assistente virtual, que, segundo o banco, atingiu 100 milhões de interações em abril deste ano. Além disso, o banco digital do Bradesco, o Next, possui projetos para alcançar 1,5 milhões de clientes até o fim de 2019.

O Itaú disponibiliza, desde 2016, aplicativos que ajudam os clientes a realizar transações e a investir de forma mais prática. O próximo passo do banco é uma plataforma de pagamentos instantâneos, que deve sair do papel até o fim deste ano.

Assim como os bancos, a Magazine Luiza é um dos grandes destaques no ramo digital. Desde 2016, a marca adotou estratégia que visa proporcionar “calor humano” ao processo de compra do cliente, ensinando o consumidor a se digitalizar para facilitar todas as etapas do comércio.

Parceria

Receba notícias diretamente em seu celular ou tablet. Inscreva-se agora!