BK Brasil cai 3% depois de ver seu lucro recuar 80% no 3º trimestre

SpaceCast - Ouça esta matéria clicando abaixo:

Investing.com – Depois de apresentar queda de 80% no lucro do 3º trimestre, na comparação anual, indo de R$ 27 milhões para R$ 5,4 milhões, as ações da BK Brasil (SA:BKBR3) são negociadas com forte queda na bolsa paulista nesta sexta-feira. O resultado, excluindo os efeitos da adoção da IFRS 16, teria sido de R$ 10 milhões.

Assim, por volta das 11h49 desta sexta-feira, os papéis eram negociados com perdas de 3,01% a R$ 18,38.

De acordo com a companhia, a queda do lucro é atribuída ao efeito da despesa financeira líquida e à pressão na margem bruta devido ao ambiente econômico e maior concorrência.

No período, a receita líquida somou 18,4%, para R$ 723,3 milhões, com o desempenho dos restaurantes e quiosques de sobremesas abertos durante os últimos 12 meses e o avanço de vendas comparáveis de 4% no período.

Já o Ebitda teve ganhos 42%, para R$ 103,5 milhões, com a margem subindo 2,4 p.p., para 14,3%. O Ebitda ajustado subiu 50%, a R$ 115 milhões, com a margem atingindo 15,9%, alta de 3,3 p.p.

Para o BTG Pactual (SA:BPAC11), embora BKBR3 (SA:BKBR3) acumule queda 9% no acumulado do ano e os resultados não tenham sido uma grande surpresa, eles ainda esperam poucos gatilhos no curto prazo, que levam a uma nova classificação da ação.

A perspectiva competitiva e de cima para baixo desafiadora deve persistir no cenário, o que pode impedir um grande crescimento no SSS e nas margens nos próximos trimestres. A visão positiva do BTG (SA:BPAC11) para a tese é muito mais baseada em longo prazo, considerando a execução superior da administração do Burger King (SA:BKBR3) e um sólido plano de crescimento, enquanto oferece perspectivas de crescimento convincentes nos próximos anos.

Parceria

Receba notícias diretamente em seu celular ou tablet. Inscreva-se agora!