fbpx

Parceria r7.com

A figura do empreendedor pode vir rodeada de muito glamour e ideias tentadoras como não ter mais chefe. Mas como abrir seu próprio negócio? Seja ele qual for, existem alguns passos essenciais de planejamento que podem evitar que você caia em armadilhas e o sonho se torne um pesadelo.

O primeiro deles é traçar o seu business model canvas, uma tabela que organiza o funcionamento da sua empresa. “Pode parecer difícil tirar um orçamento financeiro dele, mas é um mapa importante para entender sua estratégia e potenciais custos”, explica Rodrigo Fiszman, sócio-fundador do Grupo Solum, que conecta PMEs a investidores. 

O próximo passo é atentar para a diferença de custo e despesa. Enquanto o primeiro está associado a produção do seu produto ou desempenho do seu serviço, o segundo está relacionado à estrutura, como aluguel, contas de luz e água. 

Quer planejar melhor a sua vida financeira? Fale com um especialista SpaceMoney

“Se você tem uma margem de contribuição pequena, significa que seus custo está elevado”, aponta Rodrigo. “Nesse caso, você precisa de uma gestão de despesas muito eficiente para que seu negócio dê algum retorno”. 

Uma dica é mirar onde você quer chegar e analisar a gestão dessas empresas-modelo no seu segmento. Companhias listadas na bolsa de valores, por exemplo, além de terem muitas informações disponíveis, são exemplos de como operam empresas de grande porte. “Olhar os números e relatórios de administração podem te dar boas ideias”, recomenda o especialista. 

E o crédito?

Empreender é o motivo para 28,5% dos pedidos de empréstimos, segundo levantamento de maio de 2020 da fintech Lendico, especializada em crédito pessoal. Mas procurar por crédito é uma boa ideia na hora de abrir o seu próprio negócio? A resposta não é tão simples. 

“Isso depende do estômago de cada um”, afirma Fiszman. “Mas é importante manter em mente que a única certeza, ao começar um projeto, é que nem tudo vai sair como o planejado”. 

Caso você consiga o crédito do banco, o que pode ser difícil sem garantias e no estágio inicial da empresa, vale a pena analisar o custo da dívida. “Quantos por cento de seu retorno vai ser consumido no pagamento das parcelas? Se for muito alto, pode não fazer sentido”, diz Rodrigo. 


Publicidade

  • Aplicativo SpaceMoney



  • Quer saber mais sobre investimentos?

  • Parceria r7.com

  • Simulador Online de Investimentos SPACEMONEY

    Acesse nosso Simulador de Investimento e descubra as melhores aplicações financeiras para o seu bolso e perfil.

    Simulador Online
  • © 2020 – SpaceMoney Brasil Informações e Sistemas Ltda. Todos os Direitos Reservados.
    A SpaceMoney é um veículo informativo e não faz recomendações de investimentos, não podendo ser responsabilizada por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.