fbpx

Parceria r7.com

Por Geoffrey Smith – Investing.com — É o dia do fim do prazo para o pacote de estímulo quase mítico nos EUA, Netflix (NASDAQ:NFLX) divulga balanço do terceiro trimestre, Intel (NASDAQ:INTC) vende uma grande parte de seu passado e está vindo mais uma fusão e aquisição na indústria de shale.

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros na terça-feira, 20 de outubro.

1. Dia do prazo de pacote de estímulo

É dia de prazo para a administração de Trump e o Senado controlado pelo Partido Republicano chegarem a um acordo com os democratas da Câmara sobre um pacote de apoio econômico. Supostamente. Dado como as coisas tendem a escorregar, os prazos autoimpostos tendem a ter um significado limitado, mas é um fato inegável que sobra muito pouco tempo para chegar a um acordo antes da eleição.

A presidente da Câmara, Nancy Pelosi, disse na segunda-feira que a diferença entre os dois lados estava diminuindo, mas na verdade nenhum dos lados considerou a necessidade de um acordo o elemento mais importante de sua atual campanha eleitoral.

Em outra parte da campanha, o presidente Donald Trump disse em um comício que poderia arrecadar um bilhão de dólares em um dia se precisasse, por exemplo extorquindo o dinheiro da Exxon Mobil (NYSE:XOM) em troca de algumas licenças de perfuração.

“Estamos cientes da declaração do presidente sobre uma ligação hipotética com nosso CEO”, disse a Exxon via Twitter. “E só para deixar tudo claro, isso nunca aconteceu.”

2. Resultados da Netflix

A ação mais famosa da tendência de “ficar em casa” estará sob os holofotes mais tarde, com a Netflix (NASDAQ:NFLX) relatando suas últimas atualizações trimestrais após o fechamento

Os analistas esperam que a empresa tenha ganhado 2,5 milhões de assinantes líquidos no trimestre e lucrado US$ 2,12 por ação, um aumento de cerca de 45% em relação ao ano anterior. A empresa não atingiu as previsões de consenso nos dois últimos trimestres, mas isso não impediu que as ações dobrassem até agora neste ano, à medida que a pandemia acelera uma mudança global de geração para serviços de streaming e para longe da TV normal

Uma das métricas mais interessantes no lançamento desta noite pode ser o tempo médio de exibição por assinante, dadas as dificuldades crescentes de produzir material novo.

3. Ações devem abrir em alta, com os olhos em Washington

Os mercados de ações dos EUA devem abrir em alta na terça-feira, recuperando algumas das perdas registradas no final do pregão de segunda-feira, quando as esperanças de um pacote de estímulo vacilaram novamente.

Às 8h35 (horário de Brasília), os futuros do Dow subiam 180 pontos, ou 0,6%, enquanto os futuros do S&P 500 e do Nasdaq subiam 0,7%.

Outras ações que provavelmente estarão em foco mais tarde incluem a Intel (NASDAQ:INTC), após a notícia de que a fabricante de chips concordou em vender seu negócio de chips de memória NAND por US$ 9 bilhões para a sul-coreana SK Hynix. As ações da SK Hynix Inc (KS:000660) caíram 1,7% em Seul durante a noite com as notícias.

Outros balanços que serão divulgados incluem Procter & Gamble, Philip Morris e Lockheed Martin (NYSE:LMT) antes da abertura, e Texas Instruments e America Movil após o sino de fechamento.

4. Irlanda entra em lockdown

A Irlanda bloqueou todos os negócios não essenciais por seis semanas, a medida mais dramática já tomada por um governo europeu para controlar a segunda onda da pandemia de Covid-19.

Embora outros governos em toda a Europa também tenham endurecido as restrições em nível local recentemente, nenhum foi tão longe quanto Dublin, tornando-se um importante caso de teste para a resposta de políticas públicas no início do que deve ser um inverno longo e difícil.

As medidas irlandesas serão, portanto, observadas particularmente de perto em busca de evidências de se conseguirão conter a curva de infecção – e, de fato, se uma segunda rodada de bloqueios pode realmente ser aplicada a uma população e uma economia fatigadas.

Em outros lugares da Europa, a província de Gales também anunciou um bloqueio de duas semanas.

5. Fusões e aquisições de shale continuam

Começou a explosão de fusões e aquisições. A Pioneer Natural Resources (NYSE:PXD) está em negociações com a Parsley Energy para a fusão, no que seria uma consolidação adicional do setor de shale que está em dificuldades, de acordo com o The Wall Street Journal.

A notícia chega apenas um dia depois que a ConocoPhillips (NYSE:COP) confirmou que comprará a Concho Resources por US$ 9,7 bilhões em um negócio que cria o maior player upstream puro dos EUA.

A Pioneer e a Parsley estão planejando um negócio com todas as ações com um prêmio baixo, algo que vai economizar dinheiro no que continua sendo um ambiente de preços desafiador. Os preços do petróleo dos EUA caíram durante a noite com a leve decepção de que o bloco Opep+ não expressou mais claramente sua disposição de atrasar um aumento de produção planejado para 1º de janeiro.

Os dados de estoques do American Petroleum Institute são esperados às 16h30, como de costume.


Publicidade

  • Aplicativo SpaceMoney



  • Quer saber mais sobre investimentos?

  • Parceria r7.com

  • Simulador Online de Investimentos SPACEMONEY

    Acesse nosso Simulador de Investimento e descubra as melhores aplicações financeiras para o seu bolso e perfil.

    Simulador Online
  • © 2020 – SpaceMoney Brasil Informações e Sistemas Ltda. Todos os Direitos Reservados.
    A SpaceMoney é um veículo informativo e não faz recomendações de investimentos, não podendo ser responsabilizada por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.