Por Geoffrey Smith 

Investing.com – A China aprova sua nova lei de segurança a Hong Kong, aguardando a retaliação dos EUA. 

O fim de semana de 4 de julho nos EUA está cada vez mais ameaçado por medidas mais rígidas de bloqueio, depois que condados na Califórnia e na Flórida fecharam suas praias. Kansas e Oregon ordenaram que os cidadãos usassem máscaras em espaços públicos internos. 

As ações devem abrir com leve alta no final de seu melhor trimestre em mais de uma década, enquanto Jerome Powell deve alertar que a recuperação é “extraordinariamente incerta”. E a Royal Dutch Shell alertou para prejuízos de até US$ 22 bilhões devido ao impacto duradouro dos baixos preços do petróleo na pandemia. 

Aqui está o que você precisa saber nos mercados financeiros na terça-feira, 30 de junho.

1. China aprova lei a Hong Kong; EUA retaliam

O principal órgão legislativo da China aprovou uma nova lei de segurança nacional que reforça o controle de Pequim sobre a cidade anteriormente autônoma.

O governo dos EUA respondeu retirando o status especial de o comércio que havia concedido à cidade.

A notícia chegou em um dia em que a economia chinesa deu mais uma prova de sua recuperação, com o Índice de Gerentes de Compras subindo mais do que o previsto para 50,9, e o índice não industrial também subindo para 54,4, de 53,6 no mês anterior. Isso foi suficiente para elevar o preço do cobre acima de US$ 2,70 a libra pela primeira vez desde janeiro.

2. Powell e Mnuchin irão testemunhar enquanto os temores de vírus aumentam antes do fim de semana de 4 de julho

O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, irão se dirigir ao Comitê de Serviços Financeiros da Câmara mais tarde, com Powell pronto para alertar que uma recuperação econômica não pode ser tomada como garantida.

“O caminho a seguir para a economia é extraordinariamente incerto e dependerá em grande parte do nosso sucesso em conter o vírus”, de acordo com as observações preparadas de Powell, publicadas pelo Fed na segunda-feira. “Uma recuperação total é improvável até que as pessoas tenham certeza de que é seguro se envolver novamente em uma ampla gama de atividades”.

O alerta de Powell ocorre quando vários estados reforçam suas medidas para conter o vírus, ameaçando complicar as comemorações de 4 de julho. Os condados da Califórnia e da Flórida fecharam suas praias, enquanto os estados de Kansas e Oregon impõem a exigência de usar máscaras em espaços públicos fechados – como na cidade de Jacksonville, na Flórida, onde a convenção do Partido Republicano deve ocorrer.

3. Ações devem abrir em alta; Boeing em baixa

As ações dos EUA devem abrir mistas no último dia do que deve ser o melhor trimestre em mais de uma década.

Às 8h35 (horário de Brasília), o contrato Dow Jones 30 Futuros subia 29 pontos, ou 0,1%, enquanto o contrato de futuros do S&P 500 subia 0,1% e o Nasdaq 100 ganhava 0,1%. O Dow tinha desempenho inferior em parte porque as ações da Boeing estavam perdendo no pré-mercado com as notícias de um grande cancelamento de pedidos do 737 MAX pela Norwegian Air Shuttle.

A Nasdaq, por outro lado, é apoiada pela divulgação de balanços após o fechamento da sessão na quinta-feira pela fabricante de chips Micron Technology e pela fabricante de hardware de computadores Xilinx.

Os dados dos EUA que serão divulgados incluem o PMI de Chicago às 10h45 e o índice de confiança do consumidor do Conference Board de junho às 11h.

4. Libra enfraquece enquanto Johnson se prepara para gastar, gastar e gastar

Os planos do Reino Unido de reabrir a maior parte de sua economia neste fim de semana sofreram um golpe, pois o governo foi forçado a fechar a cidade de Leicester (população de 330.000 pessoas) em resposta a casos crescentes do vírus.

A saída precipitada do Reino Unido de seu estado de emergência também foi ilustrada pela recusa da Grécia na segunda-feira em aceitar voos diretos do país por mais duas semanas.

O primeiro-ministro Boris Johnson está pronto para fazer um discurso hoje sobre como sair da crise ao expandir massivamente os gastos em infraestrutura e educação.

A libra caiu para a mínima de um mês em relação ao dólar e permaneceu próxima da mínima de três meses em relação ao euro.

5. Shell vê um possível prejuízo de US$ 22 bilhões; Dados da API devem ser divulgados

Encontrar uma saída para a crise do coronavírus não se torna mais fácil para a indústria de petróleo e gás. Após o colapso da Chesapeake Energy, pioneira em shale, no final de semana, a Royal Dutch Shell, principal empresa anglo-holandesa do setor, disse que reduzirá seus ativos entre US$ 15 bilhões e US$ 22 bilhões no segundo trimestre para refletir suas expectativas de um impacto duradouro nos preços do petróleo.

A empresa ainda manteve sua previsão de longo prazo de US$ 60 por barril e US$ 3 por milhão de Btu para gás natural, mas disse que levará até 2023 para que os preços retornem a esse nível. Para este ano, a companhia espera um preço médio do Brent de US$ 35 por barril, subindo para US$ 40 no próximo ano.

O mercado de petróleo dos EUA receberá sua atualização mais recente sobre a produção do país pelo American Petroleum Institute às 17h30.

  • Simulador Online de Investimentos SPACEMONEY

    Acesse nosso Simulador de Investimento e descubra as melhores aplicações financeiras para o seu bolso e perfil.

    Simulador Online