fbpx

Parceria r7.com

Nos primeiros dias de dezembro de 2015, as ações ordinárias do Magazine Luiza (MGLU3) custavam R$ 0,12. Agora, em agosto de 2020, elas saem em torno de R$ 85,65, sendo o 11º papel mais caro do Ibovespa. Ou seja, tiveram valorização de 71.375%. 

Sim: setenta e um mil trezentos e setenta e cinco.

Dá uma olhada no desenho deste gráfico, que representa o crescimento das ações MGLU3 desde março de 2015 até agora, agosto de 2020:

Fonte: Yubb

Não tem jeito. Ao ouvir um caso como esse, a primeira coisa que vem em nossa cabeça é: quem é a próxima Magalu? A tentação de achar que é possível ganhar muito dinheiro, rapidamente e sem esforço é grande.

Boa parte dos investidores da bolsa também quer isso, é claro. Se a solução fosse simplesmente comprar ações baratíssimas, todo mundo estaria enchendo a carteira de papéis baratos. Faz sentido?

Manter essa reflexão por perto nos ajuda a lembrar que não existem fórmulas mágicas para gerar grandes lucros — mesmo que viradas surpreendentes como a das ações da Magalu aconteçam ocasionalmente. 

Na verdade, usar só o critério do preço dos papéis na hora de escolher suas ações provavelmente vai levá-lo a lugares ruins. É preciso fazer uma análise mais completa. 

Quer investir em ações? Fale agora com um especialista SpaceMoney

Nesse sentido, o caso da resseguradora IRB Brasil é emblemático: as ações se tornaram — e continuam sendo — baratíssimas, literalmente a preço de banana. Isso, contudo, foi resultado de uma série de problemas de governança dentro da empresa. Problemas que não só atrapalharam a reputação perante investidores mais robustos, como também dificultaram uma gestão eficiente dos negócios. 

Esse é um dos motivos pelos quais o IRB não está em nenhuma carteira de recomendação das principais casas de investimentos. Na verdade, nenhuma das atuais 10 ações mais baratas do Ibovespa está nas recomendações.

Histórico do Magazine Luiza

Falando especificamente sobre o caso da Magalu, há ainda outras variáveis. Pedro Fagundes, analista de varejo da XP Investimentos, nos ajuda a entender: “Nenhuma outra empresa do varejo está num lugar parecido ao que a Magalu estava em 2015. As pessoas costumam falar da Via Varejo, mas são empresas com estruturas muito diferentes uma da outra”. 

Pedro lembra que, apesar da situação ruim (tendo fechado 2015 com prejuízo de R$ 65 milhões), o Magazine Luiza já tinha um aporte tecnológico muito grande. Em 2014, fundou o Luiza Labs, laboratório de inovação que apostou em tecnologias como machine learning, big data, cloud, mobile e internet das coisas.

Além disso, num tempo em que as empresas ainda estavam em dúvida sobre a importância do e-commerce, a varejista foi pioneira nesse avanço, o que tem gerado frutos para ela até hoje.

Alternativas

Mas não desanime! Se você chegou neste texto porque percebeu que estava disposto a investir em ações menos garantidas mas altamente rentáveis, há grandes chances de que você tenha um perfil de investidor agressivo. Ou seja, que está disposto a se expor mais ao risco em troca da possibilidade de ganhar bastante dinheiro. 

A SpaceMoney, inclusive, possui um teste que permite descobrir qual é o seu perfil de investidor. É rapidinho:

Faça o teste

Então, ao invés de se guiar simplesmente pelas ações baratas, você pode buscar carteiras de investimentos recomendadas para investidores agressivos.


Publicidade


  • Produtos/Serviços SpaceMoney

  • Parceria r7.com

  • Simulador Online de Investimentos SPACEMONEY

    Acesse nosso Simulador de Investimento e descubra as melhores aplicações financeiras para o seu bolso e perfil.

    Simulador Online
  • © 2020 – SpaceMoney Brasil Informações e Sistemas Ltda. Todos os Direitos Reservados.
    A SpaceMoney é um veículo informativo e não faz recomendações de investimentos, não podendo ser responsabilizada por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.