Vale a pena entrar no IPO da Vivara? A que preço?

Período de reserva para participar da abertura de capital da empresa de joias termina no dia 7 de outubro

SpaceCast - Ouça esta matéria clicando abaixo:

Sempre que um novo IPO (Initial Public Offering) é anunciado, o mercado fica em polvorosa. Afinal, quando uma empresa abre seu capital na bolsa de valores, os investidores enxergam uma oportunidade de obter ganhos rapidamente.

De fato, não é raro que ações recém-lançadas se valorizem significativamente em questão de dias, ou horas. Por outro lado, há casos de papeis que perdem valor rapidamente após o início de sua negociação na bolsa.

Por isso, o investidor deve avaliar com cuidado sua participação em um processo de IPO, para que seu desejo de lucro não se transforme numa cilada.

Vivara, a bola da vez

Até o dia 7 de outubro, a próxima segunda-feira, estão abertas as reservas para o IPO da Vivara, a maior rede de joalherias do Brasil, com mais de 230 lojas espalhadas por shopping centers em todo o território nacional. Isto é, quem tiver interesse em participar desse processo, tem até essa data para manifestar seu desejo.

A princípio, por se tratar de empresa com grande presença no mercado e marca valorizada, pode parecer um bom investimento participar dessa abertura de capital. Mas, antes de tomar essa decisão, é bom ouvir os especialistas. Pois tudo depende da situação atual da empresa, das suas perspectivas de geração de receitas e, principalmente, do preço determinado para a reserva.

Precificação ocorre no dia 8

Segundo noticiou hoje o jornal O Estado de S. Paulo, a oferta inicial de ações da Vivara deve ser emplacada com sucesso e sair pelo teto da faixa de preço de R$ 25,40 proposto pela companhia – o preço mínimo era de R$ 21,17. Ainda de acordo com o jornal, o interesse dos investidores para entrar na operação já superou a demanda em várias vezes.

A precificação do IPO será realizada somente no dia 8.

Sim, o IPO da Vivara pode ser uma boa oportunidade

A Levante Ideias, empresa de análises de investimentos parceira da SpaceMoney, recomenda a participação no IPO da Vivara. Segundo a Levante, os principais pontos que levaram a essa conclusão, são: a liderança de mercado e o poder da marca Vivara; o mercado de joias finas tem oportunidade de crescimento; o crescimento do setor de shoppings no Brasil; e o aumento do consumo da classe média pós-retomada econômica.

No entanto, a Levante definiu um preço limite para que o IPO da Vivara continue atrativo. Para saber qual é esse preço, e ter acesso a diversas informações sobre a empresa, acompanhadas de uma análise mais aprofundada, baixe o e-book “Vale entrar no IPO da Vivara?”, preenchendo seu e-mail no campo abaixo.